sábado, 31 de março de 2012

O improvável ataque aéreo ao Irã sem o auxílio dos EUA

Jogos Vorazes - Segredos Revelados - Assista a este filme!

Tensão na Ásia:Com receio de míssil norte coreano,Japão envia destróier ao sul do país

Destróier Kirishima partiu em direção a águas do sul do país. (Foto: Kyodo News / AP Photo)

As Forças de Autodefesa (Exército) do Japão enviaram neste sábado (31) a águas do sul do país uma embarcação dotada com o sistema antiaéreo Aegis, a fim de reforçar a segurança perante o lançamento de um satélite norte-coreano, previsto para abril.
O destróier Kirishima partiu na primeira hora deste sábado da base naval de Yokosuka, 65 km ao sul de Tóquio, e se juntará no Mar da China Oriental a outros dois navios que contam com um sistema similar para interceptar mísseis, informou a agência "Kyodo".
As forças militares do Japão ainda devem desdobrar nos próximos dias sistemas de intercepção terra-ar PAC3 nas ilhas Miyako, pertencentes ao arquipélago japonês de Okinawa.
A partida Kirishima rumo ao sul acontece um dia depois de o ministro da Defesa japonês, Naoki Tanaka, ter ordenado às Forças de Autodefesa que interceptem o foguete norte-coreano caso seja necessário para evitar que o projétil ou fragmentos dele caiam em território do Japão.
saiba mais

A Coreia do Norte anunciou que lançará em abril um satélite a partir de um foguete de longo alcance, plano recebido com receio por vizinhos como Japão e Coreia do Sul, que o consideram um teste encoberto para o desenvolvimento de mísseis nucleares.

UND

Oriente Médio e BRICS, uma análise geofianceira internacional desde o México

O paradigma geo financeiro mundial está mudando a passos largos e a máfia financeira ocidental baseada no Dólar-Euro segue caindo desenfreado e inevitavelmente, entre tanto os países que formam parte dos BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) continuam seu fortalecimento até o ponto que vão estabelecer como moeda de comércio entre eles o Yuan chinês , desvencilhando-se do colapsar Dólar.
Não percam a seguinte e excelente conferencia e analise geo econômica mundial que se acaba de celebrar no México para poder compreender realmente o que está acontecendo em nosso planeta. Esta informação não la poderão encontrar nos manipulados e vendidos meios de comunicação de massas que unicamente oferecem vergonhosas mentiras.
Reunião dos BRICS 2012 em Nova Delhi .

Reuters quinta-feira, 29 mar. 2012. O grupo BRICS de grandes economias emergentes expressou sua preocupação pela lentidão das reformas no Fundo Monetário Internacional (FMI) numa declaração de sua cúpula que também pede um processo transparente para eleger o próximo presidente do Banco Mundial. (I-D) A presidente do Brasil, Dilma Rousseff, o presidente da Rússia, Dmitry Medvedev, o primeiro ministro da Índia, Manmohan Singh, o presidente chinês, Hu Jintao, e o líder Sul áfricano, Jacob Zuma, unem as mãos para uma fotografía do grupo durante a reunião dos BRICS em Nova Delhi em 29 de março de 2012.
A morte do Dólar é inevitável com a emergência de uma NOM financeira , sua dissolução é gradual já que ninguém quer que seja brutal.
O FMI não serve aos interesses dos países em vias de desenvolvimento é um fundo monetário da OTAN.
O Bando de Desenvolvimento chinês(BDC)tem o dobro de capital que o Banco Mundial.
Se pode viver sem FMI e o Banco Mundial. Os BRICS vão criar um novo banco BRICS que tenha competência e desbanque ao Banco Mundial.
A ordem anglo-saxônica possui todavia seus candidatos e não há que minimizá-los.
O problema atual não é econômico se não financeiro, já que existem grandes quantidades de papel moeda virtual sem respaldo que não valem nada.
Os países BRICS crescem sem parar e entretanto os EUA e a União Europeia patinam.
O que há detrás da guerra anglo-saxônica contra Síria e Irã é o intento de tombar os países do BRICS que se despontam como nova potencia financeira mundial.
É surpreendente o modo que está crescendo a América do Sul, o único país que não cresce na América Latina é o México.

UND

OVNI é flagrado por equipe de reportagem, na rodovia TransAcreana


Relembrando um pouco o passado não muito longínquo, aqui está um caso impressionante de avistamento de OVNI.

Enquanto voltava de uma reportagem em outubro de 2009, a equipe do Gazeta Alerta (Rede Record) do estado do Acre, Brasil, flagrou esse OVNI pelo quiômetro 40 da Rodovia Transacreana.

O objeto, de forma oval, pairou sobre o horizonte por cerca de meia hora, à margem direita da rodovia e foi filmado pelo cinegrafista Jailson Fernandes.

Depois veio ao encontro dos repórteres e passou a uns cem metros da equipe, dando uma guinada em direção à floresta.

Ferandes declarou: “Se eu não tivesse visto o que eu vi, eu não acreditaria nos relatos de quem viu“.

No fundo do objeto apareciam também luzes semelhantes a estrelas, narra Fernandes.

Segundo a equipe da TV Gazeta, a princípio se acreditou ser um jato comercial. Mas logo esta tese foi descartada, pois o objeto não fez ruído algum enquanto passou pela equipe emitindo luzes de cores diferentes.

Assista o vídeo no topo do post.

Ovni Hoje

sexta-feira, 30 de março de 2012

“Dia da terra” palestiniano termina em confrontos com exército israelita


Os protestos do “dia da terra” nos territórios palestinianos voltam a provocar confrontos entre o exército israelita e centenas de ativistas junto à fronteira com a Cisjordânia.

Os militares, que encerraram as fronteiras por 24 horas, responderam com balas de borracha, gás lacrimogéneo e canhões de água ao arremesso de pedras dos manifestantes que tentavam aproximar-se do posto de controlo de Kalandia, no norte de Jerusalém.

Fontes palestinianas falam de mais de uma centena de feridos, num dia em que estão convocadas várias marchas para protestar contra a expansão dos colonatos israelitas.

O negociador, Saeb Erekat recorda que, neste dia, “os palestinianos celebram a liberdade, a dignidade, a independência e o combate pelo direito a um estado independente”.

Uma grande marcha, convocada na faixa de Gaza e na Cisjordânia, que deveria dirigir-se para a fronteira israelita foi entretanto desviada para o sul do Líbano.

As manifestações do chamado “dia da terra” coincidem com a revelação, pelo ministério da defesa israelita, de planos para anexar cerca de 10% do território da Cisjordânia.

A documentação requerida por um grupo de ativistas, mostra que Israel pretenderia expandir os colonatos ao longo da estrada que circunda a chamada “barreira de separação”.

EuroNews

Espanha: As duras medidas de austeridade


Espanha revelou a receita para reduzir o défice de forma drástica este ano. O governo de Mariano Rajoy vai cortar pelo menos 27 mil milhões de euros nos orçamentos dos ministérios, os salários dos funcionários públicos ficam congelados e vão aumentar os impostos às empresas e o preço da eletricidade.

Um dia após a greve geral e num contexto económico difícil, Soraya Sáenz de Santamaria, vice-presidente e porta-voz do executivo, explica que “o governo está decido a implementar todas as medidas necessárias para mudar a situação do país”, abraços com um défice público e desemprego elevados, “para que possa voltar a crescer e a criar postos de trabalho.

O governo tinha dito que seria o orçamento mais duro da história do país para reduzir o défice dos atuais 8,5% do PIB para 5,3% no final do ano.

EuroNews PT

Entrevista sobre o fim do mundo, com o Prefeito de São Francisco de Paula, Décio Colla

Apesar de não existir qualquer evidência científica, o prefeito de São Francisco de Paula, na Serra gaúcha, Décio Colla, acredita que a costa do Rio Grande do Sul poderá ser "atingida por um tsunami".

Segundo ele, "as placas tectônicas sul-americana e africana se chocariam provocando uma onda gigante capaz de causar estragos irreparáveis nos municípios que estão no nível do mar".

Confira o áudio da entrevista na íntegra abaixo.


radiohorizonte

Israel distribui máscaras de gás em meio a temores de guerra

Meninas se divertem com o porta-malas do carro de seu pai cheio de caixas de máscaras na cidade de Tel Aviv

O maior ponto de distribuição de máscaras de gás em Tel Aviv, em Israel, estava lotado nesta quinta feira. Em meio à multidão que obedeceu à convocação do Comando da Retaguarda do Exército israelense para se equipar com os chamados "kits de proteção", a reportagem do Terra encontrou vários cidadãos preocupados com a possibilidade da eclosão de uma nova guerra na região.

A convocação, enviada por correio a cerca de 7,5 milhões de israelenses, anuncia: "Caro cidadão, de acordo com os registros do Comando da Retaguarda você ainda não se equipou com o kit de proteção". Segundo a solicitação, "os kits de proteção fazem parte da vida", são grátis e cerca de 4 milhões de pessoas já os receberam. Esta é a terceira vez que Israel distribui máscaras de gás aos civis. A primeira ocorreu em 1990, às vésperas da Guerra do Golfo. A segunda, em 2003, antes da guerra no Iraque.

Há cerca de um ano foi iniciada uma terceira distribuição. Porém, nos últimos meses, aumentou o número de civis que comparecem aos pontos de distribuição, em consequência do medo que haja uma guerra com o Irã, com a milícia libanesa Hezbollah ou com o grupo palestino Hamas, que controla a Faixa de Gaza.

Esses temores são alimentados por declarações do governo israelense, cada vez mais incisivas, sobre as intenções de "destruir as instalações nucleares iranianas para impedir a fabricação de bombas atômicas". De acordo com as avaliações de analistas militares, se Israel bombardear as fábricas iranianas, o país persa provavelmente revidará contra Tel Aviv.

Além disso, há 3 dias, a colocação de baterias anti-misseis nos arredores da cidade israelense também não contribuiu para acalmar a população. Artigos de analistas militares, publicados na imprensa local, apontam a possibilidade de que o presidente sírio, Bashar al-Assad, transfira armamentos não convencionais ao Hezbollah, que por sua vez poderia dispará-los contra Israel, aumentando a preocupação geral.

Jonathan Richey, 41 anos, encheu o bagageiro de seu carro com as caixas das máscaras. Imigrante dos Estados Unidos e pai de 8 filhos, Richey confirma o temor. "Sou responsável por oito crianças, além de minha mulher, senti que é meu dever buscar as máscaras, mas espero não precisar usá-las", disse Richey. "Podemos ter uma guerra a qualquer momento, mas apesar disso não me arrependo de ter me mudado para Israel", afirmou o ultra-ortodoxo, acrescentando que "sente uma força especial na terra do patriarca Abraão".

Noah Kaufman, 27 anos, é funcionária de uma ONG de direitos humanos que defende trabalhadores estrangeiros. "Tenho muito medo de uma guerra. Tenho medo de perder minha casa, de não conseguir fugir, de ficar ferida ou de morrer", desabafou. Libby, 38 anos, relações públicas de uma empresa, foi receber a máscara junto com o filho de 2 anos. "Não tenho medo, acho que não haverá guerra, mas vim buscar a máscara para acalmar minha mãe, ela me pressionou muito", afirmou.

Terra

quarta-feira, 28 de março de 2012

BRICs, nova moeda global

Os países emergentes cairão na real, ou no real?

Descobriram, no compasso da bancarrota financeira global, que as moedas dos países ricos estão apodrecendo, quanto mais os governos deles, para se salvarem dos incêndios monetários, jogam mais lenha na fogueira, ou seja, mais moeda em circulação.

Qualquer vendedor de banana, na feira, sabe da jogada.

Quanto mais banana e menos consumidor do produto, altamente, perecível, mais aumenta o risco do apodrecimento.

Segue a isso, claro, derrubadas violentas no preço da banana.

O mesmo está acontecendo com as moedas.

A China está abarrotada de moeda americana, porque acumulou muito saldo de exportações, enquanto deixou sua moeda amarrada às verdinhas de Tio Sam, sustentando câmbio desvalorizado, ao lado da política de atrair empresas americanas para território chinês a partir do qual os americanos passaram a exportar para os próprios americanos e, também, europeus.

Inteligentes esses chineses?

E se todos os demais povos fizessem o que os chineses fizeram, ou seja, amarrassem suas moedas às verdinhas podres de Tio Sam?

Bancarrota do mercado

O problema dos Estados Unidos, portanto, é a perda do mercado.

Como diz o empresário Sebastião Gomes, da Indústria de Adubos Fertivita, o empresário pode perder tudo, menos o mercado.

Perdeu dinheiro?

Ganha-se ele de novo.

Mas, mercado, perdeu, dançou.

Na crise, agora, para tentar reaver o mercado, no ambiente deflacionário global, em que as mercadorias caem de preço, junto com a oferta de emprego, configurando catástrofe, os países ricos, especialmente, Estados Unidos e Europa, jogam, adoidado, moeda na circulação, na tentativa de reanimar suas economias.

Essa reanimação, aparente e contraditoriamente, tem recuperado o valor relativo do dólar e do euro, mas, essencialmente, como avisam os economistas sérios, trata-se de algo, meramente, episódico.

Por que?

Jogo ideológico imperial

Os governos não podem enxugar parte da oferta monetária com juros positivos, a fim de evitar enchente inflacionária, porque sua capacidade de endividamento, como forma de sustentação da reprodução ampliada do capital especulativo, esgotou-se, completamente.

Tentam, então, bancar situação insustentável, exportando moeda podre para outros mercados.

Ora, essa exportação monetária é pura inflação ambulante da qual os emergentes estão fugindo desesperadamente, porque não suportarão engolir a crise dos outros, ou seja, dos ricos.

Tentarão, evidentemente, preservar suas moedas.

A forma de fazê-la, ao que tudo está indicando, é a de adotarem uma política de união monetária na periferia, como alternativa ao enfrentamento da destruição monetária em curso nos países capitalistas cêntricos.

Bancocracia quer destruir BNDES

Os banqueiros e os seus filhotes, ou seja, os economistas neoliberais, como se viu na entrevista no Globo News Painel, nesse domingo, comandado por William Waack, cuidam de dizer que não existe tsunami monetário, como disse a presidenta Dilma Rousseff, para caracterizar a questão central da crise mundial.

Para eles, que tomam partido do capital, claro, o negócio é o governo cortar gasto, para formar poupança interna, a fim de evitar as tensões decorrentes das pressões inflacionárias que os gastos governamentais provocam.

E que gastos são esses?

Alexandre Swartsmam – consultor da bancocracia – , ex- Itaú, ex- ABN Amro Real, ex-BC, ex-Santander, demitido deste por sustentar bate-boca com o ex-presidente da Petrobrás, José Sergio Gabrielli, deixou escapulir na Globo: são os R$ 300 bilhões que o tesouro nacional libera para o BNDES emprestar para os setores produtivos.

Deficit, que deficit?

Ora, os empréstimos à produção são deficit?

Não terão retorno, e tal retorno não se traduzirá em aumento da oferta que eleva emprego, renda, consumo, arrecadação e mais investimento?

Os banqueiros estão inconformadíssimos com a estratégia econômica nacionalista ora em prática no Brasil, desde o momento em que o presidente Lula decidiu colocar os bancos estatais para puxar a demanda global, em plena crise mundial, diante do fato de que os bancos privados recusaram a ajudar o país, naquela hora, preferindo jogar especulativamente nos títulos públicos, em vez de acreditarem na produção.

Agora, que a ação financeira estatal se mostra acertada, tornando o Brasil alvo dos investidores internacionais, os banqueiros e seus assessores que frequentam a grande mídia, com assiduidade impressionante, como se fossem os únicos a saberem das coisas, reclamam que o deficit público aumenta por conta do tesouro liberar recursos para os bancos estatais.

Mercado forte valoriza real

O real está valorizado porque, entre outras coisas, a política economica nacionalista fortaleceu o mercado interno, que se torna atrativo às moedas internacionais, ameaçadas pela taxa de juro negativa em vigor nos países ricos, como alternativa dos governos para calotearem suas dívidas internas impagáveis.

Certamente, o juro brasileiro, também, é muito alto, por conta de dominação política da bancocracia, no comando do estado nacional, desde o Consenso de Washington, no início da Nova República, responsável por criar um presidencialismo de coalizão que sustenta elites políticas conservadoras, resistentes às reformas econômicas e políticas destinadas a democratizar o poder nacional.

Se deixar por conta dos banqueiros, Dilma Rousseff ficaria de braços cruzados, sem reagir ao massacre cambial imperialista, para que a dívida pública implodisse e eles acabassem de vez tomando conta do tesouro nacional, bloqueando toda e qualquer possibilidade de transferência de recursos para as agências financeiras estatais, de modo a incrementar os investimentos na produção.

Ora, os servidores da bancocracia são mais realistas que o rei.

Tio Sam em pânico

O Banco Central dos Estados Unidos acaba de alertar o governo para o perigo da expansão monetária, sem limite, em curso, tanto na America, como na Europa, pois, evidentemente, a continuidade desse processo suicida leva à hiperinflação exponencial.

Mas, Schwartsman , como se não tivesse acontecendo nada, descarta que o tsunami monetário não existe, é uma ficção dilmista e que a jogada monetária de Washington está recuperando a força do dólar, bem como a enxurrada de euro, está recuperando a moeda européia.

Incrível!

Não apenas está havendo guerra monetária global, mas, igualmente, guerra ideológica global, com a tentativa dos neoliberais, alojados nos bancos, cuidando de criar argumentos favoráveis à continuidade das políticas imperialistas que visam, agora, dominar o resto do mundo com moeda podre.

Terceira guerra mundial

Por essa razão, certa está Dilma Rousseff e os líderes dos BRICs, dispostos a criar o Banco dos BRICs e, consequentemente, por meio dele, reciclar a moeda podre, de modo a financiar, com uma nova moeda – ou com as moedas dos países integrantes desse bloco – , as relações de trocas, escanteando o dólar e o euro, de forma paulatina.

O jogo é de poder global, minha gente.

A titular do Planalto bateu na mosca ao dizer que nem o Banco Mundial nem o BID, dominado pelos Estados Unidos, têm condições de exercitar o papel que desempenharam ao longo do período posterior à segunda guerra mundial.

Agora, esses dois bancos, certamente, cuidam de tentar desovar moeda podre americana na periferia do capitalismo, a fim de evitar maiores estragos na economia americana, abarrotada de dólar, candidato à hiperinflação.

Irã News

Brasil prepara lançamento de satélite para levar banda larga ao país inteiro

Anúncio foi feito nesta quarta (28) pelo ministro da Ciência e Tecnologia. Custo avaliado da construção e do lançamento é de R$ 750 milhões.

O Brasil prepara o lançamento de um satélite geoestacionário de comunicação para proporcionar banda larga a todos os municípios do país, anunciou nesta quarta-feira (28) em Nova Délhi o ministro da Ciência e Tecnologia, Marco Antônio Raupp.

O país busca na Índia uma cooperação técnica para o satélite. A construção e o lançamento, sob responsabilidade da Telebras e da Embraer, têm um custo avaliado de R$ 750 milhões.

"Vamos fazer um concurso internacional que abre a possibilidade a uma cooperação tecnológica importante", disse o ministro.

O satélite de comunicação dará opção a todos os municípios brasileiros a acessar a banda larga para os serviços de internet e telefonia móvel 3G.

Brasil, Índia e África do Sul também discutirão nos próximos dias o lançamento de outro satélite para a observação do clima no Atlântico Sul, o que permitirá fazer as medições necessárias para "entender as anomalias com o campo magnético terrestre que deixam passar as radiações ultravioletas".

Com a China, país com o qual mantém uma intensa cooperação desde a década de 1980 -- com o lançamento conjunto de três satélites --, o Brasil prevê o lançamento de um satélite este ano e outro em 2014, informou o ministro, que considera "estratégica" a cooperação.

Raupp integra a delegação da presidente Dilma Rousseff na reunião de cúpula desta quarta-feira dos Brics -- bloco dos países emergentes -- na capital indiana.

Durante a visita bilateral à Índia na sexta-feira, Raupp assinará com as autoridades indianas um acordo para o programa "Ciências Sem Fronteiras", que permitirá o treinamento no exterior de estudantes e especialistas brasileiros nas áreas das ciências naturais e engenharia.

No caso da Índia, o Brasil espera estimular o intercâmbio nas áreas de tecnologia, saúde, em particular o combate a Aids, malária e turberculose, assim como a farmacêutica, a nanotecnologia e as ciências de forma geral.

Defesa Net

Barack Obama: Eu tenho uma "obrigação moral" de neutralizar a América

Barack Obama realmente pretende fazer isso. Ele realmente pretende neutralizar a América por unilateralmente desmantelar o arsenal nuclear estratégico dos EUA. Na verdade, Barack Obama diz que os Estados Unidos têm uma "obrigação moral" para desarmar como o caminho para "um mundo sem armas nucleares".

Infelizmente, um "mundo sem armas nucleares" é uma fantasia que não será possível em breve. Tecnologia de armas nucleares está ficando nas mãos de mais e mais a cada ano que passa, e as tensões geopolíticas estão aumentando em todo o globo. Se os Estados Unidos não têm armas nucleares, qualquer pessoa com apenas um punhado de armas nucleares constituirá uma enorme ameaça à nossa segurança nacional. Um arsenal estratégico nuclear esmagador ajuda a nos manter seguros, porque todas as outras nações do planeta sabe que seria um suicídio nacional para nos atacar. Se você tomar esse arsenal estratégico nuclear esmagadora longe, toda a alterações de cálculo.

Muitos por aí dizem que mesmo que os EUA tem apenas algumas centenas de ogivas nucleares que será mais que suficiente para ser um dissuasor eficaz.

Infelizmente, isso simplesmente não é verdade.

Se um inimigo sabe que temos apenas algumas centenas de ogivas, e se eles sabem exatamente onde estão localizados essas ogivas para fins de verificação, em seguida, um primeiro ataque que iria retirar a grande maioria de nossas ogivas operacionais torna-se muito plausível.

É por isso que o que Obama quer fazer é tão incrivelmente perigoso. Se ele reduz o nosso arsenal nuclear estratégico para baixo a quase nada, as chances de um primeiro ataque nuclear contra os Estados Unidos algum dia subirá dramaticamente. (UND- Aaaahhh! Será que não pegaram o sentido da coisa? )

O seguinte é a Fox News informar que Obama disse durante um discurso na Coréia do Sul no outro dia ....

"A liderança americana tem sido essencial para o progresso em uma segunda área - tomando medidas concretas para um mundo sem armas nucleares", disse Obama ontem, durante um discurso na Coréia. "Creio que os Estados Unidos têm uma responsabilidade única de agir - na verdade, temos uma obrigação moral."

A obrigação moral de fazer o que?

A obrigação moral de neutralizar a América?

Obama também disse o seguinte na Coréia do Sul durante seu discurso no outro dia ....

"Mesmo porque nós temos mais trabalho a fazer, já podemos dizer com confiança que temos mais armas nucleares do que precisamos."

É que realmente o caso?

Em 1967, os militares dos EUA teve mais de 31.000 ogivas nucleares estratégicas.

O Tratado START que foi acordado para trás em 2010, vai limitar tanto os Estados Unidos ea Rússia a um máximo de 1.550 ogivas nucleares estratégicas implantadas. Isso representa uma enorme redução da altura da Guerra Fria.

Infelizmente, isso não é quase bom o suficiente para Barack Obama.

Obama instruiu os líderes do Pentágono para elaborar um plano que unilateralmente reduzirá o número de ogivas nucleares estratégicas no arsenal dos EUA em até 80 por cento.

Os militares dos EUA pode em breve reduzir a um nível de apenas 300 ogivas sem a necessidade de os russos a fazer cortes adicional.

Isto é uma loucura completa e absoluta!

Aposentado da Força Aérea tenente-general Thomas McInerney partilhou a sua opinião sobre este plano de desarmamento com a Beacon grátis em Washington ....

"Nenhum líder militar sã iria perdoar só 300 a 400 ogivas de uma estratégia de dissuasão nuclear efetiva"

Infelizmente, não parecem ter pessoas sãs executando as coisas neste momento.

Além disso, o Tratado START não fez absolutamente nada para resolver a esmagadora superioridade que a Rússia tem em armas nucleares tácticas. Hoje, a Rússia tem, pelo menos, uma vantagem de 10-1 numérica sobre nós em armas nucleares táticas.

Ao mudar o equilíbrio de poder de forma tão dramática, Barack Obama está a fazer um ataque nuclear aos Estados Unidos um dia muito mais provável.

E não temos idéia de quantas armas nucleares o chinês tem. Eles poderiam ter milhares. Nós não temos nenhum tratado de armas nucleares com eles e que eles possam construir armas nucleares como muitos como eles querem.

Como no mundo podemos ser tão tolos?

Mas Obama não quer apenas para nos tirar de nossas armas nucleares.

Ele também parece muito disposto a negociar longe nossas defesas de mísseis.

Na segunda-feira, um intercâmbio entre Barack Obama eo presidente russo Dmitri Medvedev foi capturado por um microfone que era engano.

O seguinte é o que foi dito durante a troca como registrado pela ABC News ....

Presidente Obama: Em todas estas questões, mas a defesa de mísseis em particular, isso, isso pode ser resolvido, mas é importante para ele me dar espaço.

Presidente Medvedev: Sim, eu entendo. Eu entendo a sua mensagem sobre o espaço. Espaço para você ...

Presidente Obama: Esta é a minha última eleição. Depois da minha eleição eu tenho mais flexibilidade.

Presidente Medvedev: eu entendo. Vou transmitir esta informação para Vladimir.

Vídeo deste intercâmbio é postado abaixo ....

Então, basicamente Obama está dizendo que ele estará disposto a negociar longe nossas defesas de mísseis, após a eleição de 2012, quando ele não vai prestar contas ao povo americano por mais tempo.

Obter América e pronto.

Você está prestes a ser neutralizada.

Enquanto isso, a Rússia e a China estão a tomar uma abordagem que é de 180 graus em outra direção.

Rússia já foi gasto muito dinheiro ao modernizar e atualizar as Forças militares russas.

E agora Vladimir Putin quer levar as coisas a um nível totalmente novo. Durante o discurso que ele fez para lançar formalmente sua campanha para recuperar a presidência da Rússia, Vladimir Putin fez a seguinte declaração ....

"Nos próximos cinco a 10 anos devemos levar nossas forças armadas a um nível qualitativamente novo. Claro, isso vai exigir grandes gastos .... mas devemos fazer isso, se queremos defender a dignidade de nosso país "

Nós também estamos vendo nações da Ásia realmente aumentando os gastos militares. A seguir vem de um recente artigo publicado na Business Insider ....

Analistas militares em IHS Jane diz que países do Sudeste Asiático, juntamente aumentaram os gastos com defesa em 13,5% no ano passado, para US $ 24,5 bilhões. A figura está projetado para subir para US $ 40 bilhões até 2016. Segundo o Sipri, as entregas de armas para a Malásia saltou oito vezes em 2005-09, em comparação com os cinco anos anteriores. Gastos da Indonésia cresceu 84% nesse período.

É parte de um fenômeno mais amplo da Ásia. Pela primeira vez, na história moderna, pelo menos, os gastos militares da Ásia está prestes a superar a Europa, de acordo com o Instituto Internacional de Estudos Estratégicos, um think-tank em Londres. China está dobrando seu orçamento de defesa a cada cinco anos e na Índia acaba de anunciar um aumento de 17% nos gastos este ano, para cerca de US $ 40 bilhões.

Tanto os russos e os chineses têm as maiores forças militares convencionais. Tem sido nossa esmagadora vantagem em armamento estratégico, que tem se inclinado a balança do poder em nosso favor. Mas agora Barack Obama quer neutralizar totalmente as nóssas?. Uma ação bem-cronometrada primeiro em algum ponto no futuro poderia nos deixar como patos sentados.

A maioria dos americanos nunca pensam que tal cenário poderia acontecer.

Infelizmente, a maioria dos americanos estão completamente errados.

Agora, as vendas de armas nos Estados Unidos são absolutamente disparada. Algum dia essas armas podem ser necessários, mas não pelas razões que a maioria das pessoas pensam.

Se temos apenas um punhado de armas nucleares, um ataque limitado na primeira vez que tiram nossas armas nucleares, nossas bases aéreas, bases navais, nossa rede elétrica e nosso comando e capacidades de controle poderiam deixar os Estados Unidos abertos para um " cenário apocalíptico.

A guerra e a fome que se seguiria que resultaria na grande maioria dos norte-americanos acabarão mortos.

É por isso que precisamos de um arsenal estratégico nuclear forte. Ninguém quer ver uma arma estratégica única nuclear ser usada. Mas precisamos delas para que nenhuma outra nação do planeta jamais se atrevem nos atacar nuclearmente.

Infelizmente, a maioria das pessoas que irão ler este artigo não irá entendê-lo.

A maioria das pessoas que irão ler este artigo vai escolher a acreditar que um ataque nuclear aos Estados Unidos é absolutamente impossível.

Eu gostaria que fosse verdade.

UND

Cientistas anunciam: nossa galáxia possui dezenas de bilhões de planetas em zonas habitáveis de suas estrelas

Cientistas do European Southern Observatory, recém informaram que planetas rochosos, não muito maiores do que a Terra, são muito comuns em zonas habitáveis em órbita de estrelas conhecidas como ‘anãs vermelhas’. A equipe internacional de pesquisadores estima que, somente em nossa galáxia – a Via Láctea, possa existir dezenas de bilhões de tais planetas, e provavelmente uma centena na vizinhança de nosso Sol.

Esta é a primeira vez que foi mensurado diretamente a frequência de super-Terras orbitando ‘anãs vermelhas’, as quais contabilizam por 80 % das estrelas na Via Láctea.

A estimativa direta do número de planetas leves ao redor dessas estrelas foi anunciada por uma equipe internacional de cientistas, que utilizaram o espectrógrafo HARPS em um telescópio de 3,6 metros no Observatório La Silla, no Chile.

“Nossas novas observações com HARPS indicam que aproximadamente 40% de todas as anãs vermelhas possuem uma super-Terra em sua órbita, dentro de sua zona habitável, onde a água líquida pode existir na superfície do planeta“, diz Xavier Bonfils (IPAG, Observatoire des Sciences de l’Univers de Grenoble, France), lider da equipe. “Devido ao fato das anãs vermelhas serem tão comuns — há aproximadamente 160 bilhões delas na Via Láctea — isto nos levou ao impressionante resultado de que há dezenas de bilhões destes planetas, e isso somente em nossa galáxia“.

Como há muitas ‘anãs vermelhas’ próximas ao nosso sistema solar, a nova estimativa indica que há provavelmente uma centena de planetas do tipo super-Terra, em zonas habitáveis ao redor de estrelas em nossa vizinhança, a distâncias de menos de 30 anos luz.

Apesar desta notícia otimista, os cientistas são cautelosos em alertar que muitas estrelas ‘anãs vermelhas’ possuem um nível de erupção de raio-X e ultra-violeta muito intenso, o que provavelmente impediria o surgimento de vida em planetas que as orbitam.

Ovni Hoje

ESTRANHO FENÔMENO NO CÉU DE IPATINGA - MG INTRIGA MORADORES - HAARP? CHEMTRAIL? OU O QUE?


Um estranho fenômeno no céu Ipatinga -MG, foi testemunhado ontem domingo 25 de março de 2012.
O estranho fenômeno realmente chamou muito a atenção das pessoas, parecia ter as cores de um arco-íris, mas não era. Existem muitas teorias sobre o que este fenômeno pode ser, e algumas são que esse fenômeno poderia ser o HAARP, outros dizem que poderia ser um arco-íris simples, outros dizem que estes poderiam ser de chemtrails, e outros dizem poderia ser um fenômeno chamado iridescência.
Veja acima e Julgue por si mesmo.

rastro químico (chemtrail),aparecendo aos montes por todo o Brasil.


Enquanto isso, la no espaço o Sol continua irritado com vários visitantes indesejados ao seu redor, vejam no vídeo abaixo, a atividade de "objetos estranhos" em torno do Sol, em 25/03/2012.

Revisão da atividade UFO perto do Sol para 25 de março de 2012.


Célio Siqueira

terça-feira, 27 de março de 2012

O Crescimento do Islamismo

O Mundo será Gay

Conheça o Mercado da Besta



GOVERNO OBRIGARÁ INSTALAÇÃO DE CHIPS DE MONITORAMENTO EM TODOS OS CARROS DO PAÍS A PARTIR DE 30 DE JUNHO!

Engana-se quem pensa que no futuro, será possível pegar o carro e fugir de uma situação de caos, como uma guerra, crise, ou lei marcial, ou então, diante de uma perseguição, como por exemplo, na obrigação de se implantar o biochip humano...
O controle total do Big Brother também estará nas ruas, nos carros.

Além das milhões de câmeras e sistemas de gravação de som colocados em postes e luminárias pelas cidades e estradas, agora toda a frota de carros do Brasil será obrigada, a partir de Junho, a colocar um chip de monitoramento!

Você terá apenas uma escolha: Coloque o chip, ou não tenha carro!

Veja a notícia:

Dia 30 de junho. Nesta data, o SINIAV (Sistema Nacional de Identificação Automática de Veículos) entrará em vigor no país. O SINIAV contempla a instalação obrigatória de um chip de identificação nos automóveis, caminhões, ônibus, tratores, motos e veículos especiais também terão o dispositivo.

Com o chip, cada um dos 70 milhões de veículos do país será rastreado por antenas de vários órgãos de trânsito, incluindo CET, ANTT, DNIT, entre outros. A tecnologia utiliza radiofreqüência e é semelhante à usada pelo sistema Sem Parar. Na maioria dos veículos o chip será instalado no pára-brisa.

O projeto sofreu modificações em relação ao original de 2007, que foi cancelado por inúmeras questões, incluindo a mais polêmica: liberdade individual. Agora, o SINIAV terá dois bancos de dados com informações dos veículos.

Um dos bancos de dados será dos veículos em situação regular, que terão números da placa, ano, modelo e cor do veículo. Chassi e RENAVAM não farão mais parte das informações colhidas. Além disso, os regulares ficam no banco de dados nacional durante 10 dias.

Já os irregulares terão seu prontuário guardado em outro banco de dados até que a situação seja resolvida, tais como falta de licenciamento, inspeção ambiental, bloqueio judicial, etc. Em caso de registro de ocorrência de seqüestro, a polícia terá acesso ao trajeto feito pelo veículo enquanto estiver nessa situação. O alerta (neste caso ou de roubo, por exemplo) será dado a nível nacional, mobilizando as polícias dos Estados e Federal.

O chip deverá estar em todos os automóveis nacionais até o final de 2014. O DETRAN de cada estado será responsável pela instalação do chip, bem como pelo cronograma e formato do serviço. E o custo? Até agora não sabemos. Isso deverá ser revelado quando o programa for oficialmente lançado no mês que vem.

O governo diz que o projeto não será um “big brother” nacional, como os críticos do sistema acusam, pois não haverá informações pessoais nos dados coletados. O DENATRAN deverá investir R$5 milhões nos próximos três meses para iniciar a operação do SINIAV. Além disso, Brasília defende que o projeto vai garantir maior segurança, controle do tráfego e fiscalização dos veículos.

Veja no vídeo como funciona o novo chip de identificação dos automóveis


Célio Siqueira

Objeto enorme desconhecido se dirige até o Sol, suportando as CMEs

 
O Satélite da NASA Sterer CORD2 nos segue revelando surpresas que ocorrem no nosso Universo, neste caso um enorme objeto que parecia dirigir-se direto ao Sol com um tamanho similar a Júpiter, e desviado ligeiramente de sua trajetória pelas potentes CMEs do Sol.
Porém existem detalhes que chamam muitíssimo a atenção, como três enormes figuras cilíndricas que aparecem em um dos fotogramas. Para quem crê que isto é uma montagem se recomenda ver várias vezes o vídeo, já que em mais de uma ocasião se pode ver que a onda expansiva das explosões rodeiam ao objeto sem aparentemente afetar -lo , só muda sua trajetória.
Vejam e julguem.

segunda-feira, 26 de março de 2012

Amazônia Tóxica / Toxic Amazon (2012)


Para certos grupos econômicos e políticos no Brasil, o assassinato é ainda a melhor forma de se resolver seus problemas.
José Cláudio Ribeiro era um ativista que defendia a floresta da qual tirava seu sustento através do extrativismo da castanha. Ele e sua mulher foram brutalmente assassinados. Seus inimigos: os latifundiários, que conseguiram por fim a uma das principais lideranças sociais da região de Marabá, no Pará. Mas conseguiram acabar com o movimento contra esse modelo de exploração da Selva?
A Floresta Amazônica resistirá até que se perceba que a biodiversidade pode gerar mais benefícios que a pecuária?(Docverdade)

Documentário que todos os brasileiros deveriam ver e que a mídia nacional jamais vai querer comentar...

Doc Verdade

Obama ameaça Irã por causa do programa nuclear

O tempo está a esgotar-se para resolver o diferendo pela via diplomática, diz o Presidente dos EUA



Obama frisou o empenho dos EUA em viver num mundo sem armas nucleares (Larry Downing/Reuters)


O Presidente americano Barack Obama alertou hoje o Irã que já não resta muito tempo para se resolver, por via diplomática, a crise aberta pelo programa nuclear iraniano.

“Ainda há tempo para resolver o problema por via diplomática - eu prefiro sempre resolver as questões de forma diplomática - mas o tempo urge. O Irão terá de agir com a seriedade e o sentido de urgência que o momento pede”, declarou Obama durante um discurso levado a cabo diante de uma plateia de estudantes de Seul, na Coreia do Sul.

Dirigindo-se, por outro lado, à Coreia do Norte, Obama afirmou que os EUA não têm “intenções hostis” em relação ao país, mas que não haverá “recompensas para as provocações”.

Obama alertou Pyongyang que o lançamento do anunciado satélite - que a comunidade internacional apelida de lançamento de míssil de longo alcance disfarçado de lançamento de satélite - apenas irá isolar ainda mais o país.

“Poderão continuar na estrada que estão hoje, mas nós sabemos até onde é que essa estrada vai”, disse Obama, dirigindo-se directamente aos líderes norte-coreanos. “Hoje, nós dizemos: Pyongyang, tem a coragem de procurar a paz!”.

Este apelo directo aos líderes norte-coreanos acontece cerca de três meses após a chegada de Kim Jong-un ao poder em consequência da morte do seu pai, Kim Jong-il.

Obama frisou que está a tentar convencer os seus homólogos do Irão mas também da Coreia do Norte, da China e da Rússia a reduzirem os riscos das ameaças nucleares.

No seu discurso diante de uma plateia de alunos e docentes da Universidade Hankuk, Coreia do Sul, o Presidente frisou o empenho dos EUA em viver num mundo sem armas nucleares, mas sublinhou que é necessário um “esforço global sério e continuado” nesse sentido.

UND

Documento em cofre do FBI informa quem são os ETs

Em 8 de abril de 2011, foi publicado no OVNI Hoje sobre a liberação de arquivos pelo FBI, relacionados aos OVNIs. Foram 2000 documentos abertos ao público em um site denominado ‘The Vault’ (‘O Cofre’, em português).

Dentre os muitos documentos interessantes, há um em específico que trata a respeito das naves extraterrestres e seus ocupantes. (Este documento é encontrado na página 22 do arquivo que pode ser acessado no seguinte link: http://vault.fbi.gov/UFO/UFO%20Part%201%20of%2016/view)

Apesar de não ter a identificação da pessoa que alegou esta informação, o agente que escreveu o memorando teve a opinião de que, embora a informação ali contida fora obtida de forma ‘supernormal’ (seja lá o que isto signifique, e este fato a torna nula perante todos a quem o memorando foi endereçado), ela seja importante o suficiente para ser levada à atenção do FBI. Também é mencionado na carta que a pessoa que apresentou esta informação tinha vários diplomas universitários e era diretor em um estabelecimento de ensino superior.

A data do documento é de 8 de julho de 1947 e a tradução do texto veja abaixo,a foto no topo do post:

Uma situação muito séria pode se desenvolver a qualquer momento a respeito dos “discos voadores”. Se um deles for atacado, o avião que o fizer será quase que certamente destruído. Na mente da população isto poderá criar pânico e suspeita internacional. Os principais dados a respeito destas naves está agora disponível e deve ser divulgado, independentemente de quão fantástico e impossível de compreender possa parecer para as mentes que não estejam previamente instruídas a pensar desta forma.

1. Parte destes discos possuem tripulações, outras estão sob controle remoto.

2. Sua missão é pacífica. Os visitantes planejam se estabelecer neste plano.

3. Estes visitantes são similares aos humanos, mas muito maiores em tamanho.

4. Eles não são humanos desencarnados, mas vêm de seu próprio mundo.

5. Eles não vêm de qualquer “planeta”, assim como usamos esta palavra; mas de um planeta etéreo que interpenetra com o nosso e não é perceptível para nós.

6. Os corpos dos visitantes, e das naves também, automaticamente se materializam ao entrarem na taxa vibratória de nossa matéria densa.

7. Os discos possuem uma energia radiante, ou raio, que irá facilmente desintegrar qualquer nave que os ataque. Eles retornam ao etéreo quando querem e assim simplesmente desaparecem de nossa visão, sem deixarem traços.

8. A região de onde eles vêm NÃO é o “plano astral”, mas corresponde ao Lokas, ou Talas. Estudantes dos assuntos esotéricos entenderão estes termos.

9. Provavelmente eles não podem ser comunicados por intermédio de rádio, mas provavelmente sim por radar, se o sistema de sinal puder ser ajustado para tal.

Fornecemos a informação e o alerta, e não podemos fazer mais [do que isto]. Que os visitantes sejam tratados com bondade…


Como mencionado acima, não há comprovação alguma de que as informações acima sejam reais e que expliquem a respeito de pelo menos alguns de nossos supostos visitantes. Mesmo assim não deixa de ser uma leitura intrigante, a qual aguça as nossas mentes e imaginações.

Ovni Hoje

domingo, 25 de março de 2012

Fidel Castro: Os caminhos que conduzem ao desastre

Esta Reflexão poderá ser escrita hoje, amanhã ou qualquer outro dia sem risco de equívoco. Nossa espécie se defronta com problemas novos.
Quando expressei há 20 anos, na Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente e Desenvolvimento no Rio de Janeiro, que uma espécie estava em perigo de extinção, tinha menos razões do que hoje para advertir sobre um perigo que via talvez à distância de 100 anos.


Então uns poucos líderes dos países mais poderosos dirigiam o mundo. Aplaudiram por mera cortesia minhas palavras e continuaram placidamente cavando a sepultura de nossa espécie.

Parecia que em nosso planeta reinava o senso comum e a ordem. Há tempos que o desenvolvimento econômico apoiado pela tecnologia e a ciência parecia ser o Alfa e o Ômega da sociedade humana.

Agora tudo está muito mais claro. Verdades profundas foram abrindo caminho. Quase 200 Estados, supostamente independentes, constituem a organização política à qual teoricamente corresponde a tarefa de reger os destinos do mundo.

Cerca de 25 mil armas nucleares em mãos de forças aliadas ou antagônicas dispostas a defender a ordem em mutação, por interesse ou por necessidade, reduzem virtualmente a zero os direitos de bilhões de pessoas.

Não cometerei a ingenuidade de atribuir à Rússia ou à China a responsabilidade pelo desenvolvimento desse tipo de armas, depois da monstruosa matança de Hiroshima e Nagasaki, ordenada por Truman, após a morte de Roosevelt.

Tampouco cairia no erro de negar o holocausto que significou a morte de milhões de crianças e adultos, homens e mulheres, principalmente judeus, ciganos, russos e de outras nacionalidades, que foram vítimas do nazismo. Por isso, repugna a política infame dos que negam ao povo palestino seu direito a existir.

Alguém pensa por acaso que os Estados Unidos serão capazes de atuar com a independência que o preserve do desastre inevitável que os espera?

Em poucas semanas os US$ 40 milhões que o presidente Obama prometeu arrecadar para sua campanha eleitoral só servirão para demonstrar que a moeda de seu país está muito desvalorizada e que os Estados Unidos, con sua insólita e crescente dívida pública que se aproxima dos US$ 20 trilhões, vive do dinheiro que imprime e não do que produz. O resto do mundo paga o que eles dilapidam.

Ninguém crê tampouco que o candidato democrata seja melhor ou pior que seus adversários republicanos: chame-se Mitt Romney ou Rick Santorum. Anos-luz separam os três de personagens tão relevantes como Abraham Lincoln ou Martin Luther King. É realmente inusitado observar uma nação tão poderosa tecnologicamente e um governo ao mesmo tempo tão órfão de ideias e valores morais.

O Irã não possui armas nucleares. Acusa-se o país de produzir urânio enriquecido que serve como combustível energético ou componente de uso médico. Queira-se ou não, sua posse ou produção não é equivalente à produção de armas nucleares. Dezenas de países utilizam o urânio enriquecido como fonte de energia, mas este não pode ser empregado na confecção de uma arma nuclear sem um processo prévio e complexo de purificação.

Contudo, Israel, que com a ajuda e a cooperação dos Estados Unidos fabricou o armamento nuclear sem informar nem prestar contas a ninguém, até hoje sem reconhecer a posse destas armas, dispõe de centenas delas. Para impedir o desenvolvimento das pesquisas em países árabes vizinhos, atacou e destruiu os reatores do Iraque e da Síria. E declarou o propósito de atacar e destruir os centros de produção de combustível nuclear do Irã.

Em torno desse crucial tema tem girado a política internacional nessa complexa e perigosa região do mundo, onde se produz e fornece a maior parte do combustível que move a economia mundial.

A eliminação seletiva dos cientistas mais eminentes do Irã, por parte de Israel e de seus aliados da Otan, se converteu em uma prática que estimula os ódios e os sentimentos de vingança.

O governo de Israel declarou abertamente seu propósito de atacar a usina produtora de urânio enriquecido no Irã, e o governo dos Estados Unidos investiu centenas de milhões de dólares na fabricação de uma bomba com esse propósito.

Em 16 de março de 2012 Michel Chossudovsky e Finian Cunningham publicaram um artigo revelando que “um importante general da Força Aérea dos EUA descreveu a maior bomba convencional – a antibunkers de 13,6 toneladas – como ‘grandiosa’ para um ataque militar contra o Irã”.

“Um comentário tão loquaz sobre um artefato assassino em massa teve lugar na mesma semana na qual o presidente Barack Obama se apresentou para advertir contra a ‘fala leviana’ sobre uma guerra no Golfo Pérsico.”

“…Herbert Carlisle, vice-chefe do Estado Maior para operações da Força Aérea dos EUA. [...] agregou que provavelmente a bomba seria utilizada em qualquer ataque contra o Irã ordenado por Washington.”

“O MOP, ao qual também se referem como ‘a mãe de todas as bombas’, está projetado para perfurar através de 60 metros de concreto antes de detonar sua bomba. Acredita-se que é a maior arma convencional, não nuclear, no arsenal estadunidense.”

“O Pentágono planifica um processo de ampla destruição da infraestrutura do Irã e massivas vítimas civis mediante o uso combinado de bombas nucleares táticas e monstruosas bombas convencionais com nuvens em forma de cogumelo, incluídas a MOAB e a maior GBU-57A/B ou Massive Ordenance Penetrator (MOP), que excede a MOAB em capacidade de destruição.”

“A MOP é descrita como ‘uma poderosa nova bomba que aponta diretamente para as instalações nucleares subterrâneas do Irã e Coreia do Norte. A imensa bomba – maior do que que 11 pessoas colocadas ombro a ombro, ou mais de 6 metros desde a base até a ponta.”

Peço ao leitor que me desculpe por esta complicada linguagem do jargão militar.

Como se pode verificar, tais cálculos partem do pressuposto de que os combatentes iranianos, que totalizam milhões de homens e mulheres conhecidos por seu fervor religioso e suas tradições de luta, se renderão sem disparar um só tiro.

Em dias recentes os iranianos viram como os soldados dos Estados Unidos que ocupam o Afeganistão, em apenas três semanas, urinaram sobre os cadáveres de afegãos assassinados, queimaram os livros do Corão e assassinaram mais de 15 cidadãos indefesos.

Imaginemos as forças dos Estados Unidos lançando monstruosas bombas sobre instituições industriais capazes de penetrar 60 metros de concreto. Jamais semelhante aventura tinha sido concebida.

Não é preciso uma palavra mais para compreender a gravidade de semelhante política. Por esse caminho nossa espécie será conduzida inexoravelmente para o desastre. Se não aprendemos a compreender, não aprenderemos jamais a sobreviver.

De minha parte, não abrigo a menor dúvida de que os Estados Unidos estão a ponto de cometer e conduzir o mundo ao maior erro de sua história.

Fidel Castro Ruz
21 de março de 2012, 19h35

Fonte: Cubadebate

Midia Crucis

Ecos da 2ª Guerra - China: rio drenado expõe 114 bombas intactas da guerra com Japão

Rio Suzhou, foto de 1940

Ao menos 114 bombas, obuses e projéteis da guerra da ocupação japonesa na China (1937-1945) foram encontrados intactos em pleno centro de Xangai, após ser feita pela primeira vez uma drenagem no rio Suzhou, que atravessa o centro da cidade. Conforme o jornal oficial Shanghai Daily, o material de guerra foi recuperado após o recolhimento de 1,3 milhão de metros cúbicos de lodo do leito do Suzhou, um dos dois chamados "rios mãe de Xangai", junto com o Huangpu, e que divide a cidade histórica da moderna zona de Pudong.

Enquanto algumas das bombas foram avistadas logo após serem recuperadas entre a lama, as outras só foram descobertas quando todo o lodo foi retirado. "Sabíamos que encontraríamos objetos, mas nunca imaginamos que haveria tantas bombas", comentou Yuan Yunfeng, engenheiro da Companhia de Engenharia Naval, Construção e Comunicações Número 3 da China, responsável pelas operações de dragagem.

Em um momento do processo, apareceram tão frequentemente bombas e projéteis de obuses entre a lama que, junto ao lugar onde o lodo do rio era retirado, acabou sendo instalada uma unidade policial de tratamento de bombas. É a primeira vez que o rio é dragado, pelo menos, desde que o comunismo tomou o poder na China em 1949, e junto com as bombas foram encontrados restos de escombros, dejetos industriais e sucatas acumuladas durante décadas.

Os dois meses de dragagem marcaram o fim da terceira fase de recuperação do rio, na qual foram investidos US$ 2,2 bilhões. Na primeira fase do projeto foram desalojadas das margens centenas de fábricas e outras fontes de poluição; na segunda, as orlas foram condicionadas para embelezar a paisagem, e na terceira mais de 140 navios de drenagem e transporte limparam o leito do Suzhou. Enquanto se espera que nas próximas semanas o Suzhou seja aberto ao tráfego de navios turísticos, o lodo retirado, que normalmente pode ser reutilizado como adubo, foi enviado a um depósito na zona suburbana de Laogang, próximo à costa marítima de Xangai.

O lodo do Suzhou, por sua forte poluição de mercúrio e outros metais pesados, será enterrado no depósito em Laogang. Enquanto isso, o objetivo da cidade é recuperar o rio, que antigamente marcava, ao norte, os limites de Xangai, como uma espécie de símbolo e parte da paisagem urbana da metrópole chinesa.

"Queremos que Xangai tenha seu próprio Sena", afirmou Shen Xiuping, que lidera a administração marítima local. Além das bombas, também parecem ter sido encontrados vários tesouros entre o lodo, já que muitos colecionadores de antiguidades de Xangai estiveram observando as operações de retirada da lama para recolher qualquer objeto valioso que os operários achassem.

Defesa Net

NASA descobre indícios de água gelada em Mercúrio

A sonda espacial Messenger, da NASA, descobriu evidências de água gelada nos pólos de Mercúrio. A co-autora do estudo sublinhou, no entanto, que os resultados são só uma indicação e ainda não estão comprovados.

Um ano depois de entrar em órbita, a sonda espacial Messenger começou a revelar os segredos de Mercúrio. As imagens registadas indiciam a presença de água gelada nos pólos no planeta mais próximo do Sol. A investigação vem revelar que a eventual presença de gelo neste planeta se deve às "armadilhas frio", crateras situadas nos pólos que estão permanentemente à sombra.

Investigações anteriores já tinham identificado uma característica típica do gelo em algumas áreas próximas dos pólos de Mercúrio. Ao serem analisadas por um radar, estas zonas exibiam depósitos brilhantes que causavam reflexos. Agora, a cartografia da sonda Messenger revelou que essas áreas estão situadas precisamente nas mesmas regiões que se encontram permanentemente à sombra.

Messenger é a segunda sonda a visitar o planeta mais próximo do Sol, depois de a Mariner 10 o ter feito na década de 70. Desde que entrou em órbita, registou cerca de 100 mil imagens que revelaram novas informações sobre o planeta, incluindo sua topografia e a estrutura do núcleo, diferente de qualquer objeto rochoso já estudado.

Até à chegada da atual missão, existiam vastas zonas de Mercúrio por analisar. As zonas que provocam reflexos já tinham sido detetadas por telescópios terrestres, nos anos 90, mas só agora foi possível precisar o lugar exato onde se encontram. A imagens "mostram que todas as características brilhantes perto do pólo sul de Mercúrio estão localizadas em áreas de sombra permanente. Perto do pólo norte, esses depósitos também foram observados apenas nas regiões sombreadas, resultados consistentes com a hipótese de água gelada", disse Nancy Chabot, co-autora do estudo publicado na revista Science. No entanto, a especialista da universidade Johns Hopkins explicou à BBC que os resultados são só uma indicação e não uma prova da existência de gelo em Mercúrio.

A missão Messenger revelou também um Mercúrio menos montanhoso que Marte e que a Lua, através de um estudo do relevo no hemisfério norte. "A característica mais proeminente é uma extensa área de terras baixas situadas nas altas latitudes do norte e que hospeda as planícies vulcânicas daquela região", explicou Maria T. Zuber, cientista do Instituto de Tecnologia de Massachusetts e uma das autoras dos artigos publicados na Science.

Sean Solomon, principal investigador da missão Messenger junto à Instituição Carnegie de Washington, mostrou-se satisfeito com os resultados conseguidos. "O primeiro ano de observações orbitais revelou muitas surpresas", disse.

Jornal de Noticias

Pirâmides no Brasil Similares as Pirâmides do Egito

sábado, 24 de março de 2012

Israel pode atacar o Irã em três meses

Como Washington e Tel-Aviv continuam a debater a possibilidade de um ataque preventivo contra as instalações nucleares do Irã, há algumas indicações de que Israel pode atacar, em três meses.

O ministro da Defesa, Ehud Barak, disse que se Israel planeja atacar o Irã deve agir rapidamente. Barak falou de um prazo de três meses para o Irã desistir de suas ambições nucleares.

Enquanto isso o ex-chefe do Mossad, Meir Dagan disse que Israel vai saber quando o Irã move-se para a fase de produção de armas nucleares, tais como o enriquecimento de urânio a um grau de 90 por cento.

No entanto, falando em um evento em Haifa na quarta-feira, Dagan disse que Israel não deve atacar o Irã, por enquanto, e que um ataque preventivo deve ser o último recurso. Ele disse que a Força Aérea de Israel tem a capacidade de prejudicar significativamente as instalações nucleares iranianas, mas admitiu que um tal ataque teria graves repercussões.

Ele alertou que centenas de mísseis seriam lançados contra Israel, assim como ataques de Gaza e no Líbano baseada Hezbollah.

Um parlamentar iraniano alertou que qualquer movimento - até mesmo "menor dos erros" o - o que poderia ser considerado um ato hostil contra o Irã vai pôr em perigo a própria existência de Israel. "No caso de qualquer empreendimento contra o nosso país, os agressores terão de enfrentar uma rápida, firme e séria contra-medida", Alaeddin Boroujerdi, disse, segundo a imprensa TV.

IA Noticia

sexta-feira, 23 de março de 2012

EXÉRCITO MUNDIAL - Governo dos EUA admite que Forças Armadas obedecem à ONU e à OTAN


Curta a Fan Page de BrasiL IndomáveL no Facebook
http://www.facebook.com/pages/Brasil-Indom%C3%A1vel/119690434814575

Twitter: https://twitter.com/#!/BrasiLIndomaveL

Durante a audiência do comitê de Serviços Militares do Senado americano, em 7 de março de 2012, o secretário de Defesa ao Congresso dos EUA, Leon Panetta, e o chefe do Estado Maior, General Martin Dempsey, escancaradamente admitiram que a autoridade de declarar guerra não é exclusiva do Congresso americano (artigo I, seção 11 da Constituição -- exceto em casos de resposta a um ataque real e iminente contra o território americano), mas que os Estados Unidos são subservientes e recebem ordens de ação militar das Nações Unidas e da OTAN, que são organismos internacionais sobre os quais o povo americano não tem nenhuma influência democrática.

China: Golpe e Contra-Golpe ... Tanques em Pequim e tiros no Comité Central?

Obs-UND: Eu pesquisando na Net encontrei esta informação sobre o que poderia estar acontecendo no interior da China.
Ontem, a net fora tomada por uma série de especulações a respeito de um possível Golpe Militar em curso na China.
Como as informações vindas de lá são escassas, não dá para darmos total crédito as informações que seguem sobre este possível acontecimento.

O estranho e é de se esperar, o silêncio das autoridades chinesas sobre o que pode estar acontecendo por lá.
Estaremos atentos a isto.
No entanto acompanhem o que estaria sendo relatado através deste site fonte abaixo;
Abraços.
Daniel UND

23/03/2012

Um golpe de Estado, seguido de um contra-golpe tera ocorrido na China, de acordo com várias Fontes noticiosas chinesas, citadas por diferentes meios de comunicação, e seguido ontem de uma vaga de rumores que inundaram a Internet. Pela opacidade e Controle imposto pelo governo chinês as informações são sempre difíceis de confirmar. Mas os sinais apontam para uma Crise dentro do regime chinês numa disputa que coloca de um lado Hu Jintao, Presidente da China, e Wen Jiabao, Primeiro-Ministro, e do outro Zhou Yongkang, que Controla as Forças policiais, e Bo Xilai, expurgado por Wen que era secretario do Partido Comunista in Chongqing.

Uma variedade de policiais em Changan Street em Pequim


Update 5: Bocal Regime revela confusão sobre a liderança chinesa(Mar. 22)
As figuras-chave na ação estão a ser ditas: Hu Jintao, o chefe do PCC, Wen Jiabao, o primeiro-ministro, Zhou Yongkang, que tem o controle da República Popular das forças chinesas de polícia, e Bo Xilai, que foi demitido de seu cargo de chefe do PCc em Chongqing em 15 de março por Wen Jiabao, após um escândalo envolvendo o ex-chefe policial de Bo .Atualização 4: Zhou Yongkang Perdido luta pelo poder, Diga internautas chineses (março 22)
Li Delin, que faz parte do conselho editorial do Mercado de Valores Mobiliários Weekly e vive em Dongcheng District de Pequim, escreveu em seu microblog um relatório que confirmou os movimentos de tropas incomuns: "Há veículos do exército numerosos, e Changan Street está continuamente a ser controlada. Há muitos policiais à paisana em cada cruzamento, e alguns cruzamentos mesmo havia mcercas de aço configuradas.
"Regime chinês em Crise
De acordo com a mensagem que se tornou viral na Internet da China, uma força militar com a designação desconhecida rapidamente ocupou muitos lugares importantes em Zhongnanhai, o composto da liderança chinesa em Pequim, e Pequim no início da manhã de 20 de março, com a cooperação da polícia armada de Pequim .

As tropas entraram em Pequim para "obter e proteger Bo Xilai," de acordo com a mensagem.
UPDATE 3: Bo Xilai Fired, Epoch Site Tempos desbloqueado Atrás GFWUPDATE 2: Bo Xilai colocado sob prisão domiciliar, os relatórios sugeremUPDATE 1: Palavras relacionadas com "golpe" em Pequim são Censurado em Weibo

Um leitor continental chinês disse ao The Epoch Times que um golpe militar tem lugar em Pequim.
Ainda não se sabe quem, se alguém, tenha sido detido.
A mensagem afirma Zhou Yongkang usado pela primeira vez força policial armado na tentativa de prender Hu e Wen. No entanto, Hu e Wen haviam sido preparados e o golpe de Zhou foi subjugado, apesar de rumores de Hu e Wen serem presos terem sido espalhados anteriormente.
A mensagem diz que agora ambos os lados, Hu e Wen em um lado, e Jiang Zemin e Zhou Yongkang, de outro, estariam se mobilizando forças armadas. No entanto, somente Hu Jintao pode mobilizar o exército regular, que ainda controla, de acordo com a mensagem.

A mensagem também afirma que as forças dirigidas por Zhou Yongkang haviam tomado o controle sobre a CCTV e a Agência de Notícias Xinhua, mas que o exército regular, sob o comando de Hu Jintao e Wen Jiabao desde então de volta o controle dos meios de comunicação.
A coluna de notícias no site da Xinhua era todas as notícias estrangeira desde 11:00 em 19 de março, pelo menos, 8 horas em 20 de março, com não uma simples peça de notícias doméstico, que é bastante incomum.

Um internauta postou no microblog: "Estranho! Exceto a Televisão de Pequim, nenhuma outra televisão em Pequim é de radiodifusão. Isso é muito estranho! Isso nunca havia acontecido antes. "
No entanto, Pequim e os meios de comunicação controlados pelo estado observaram que a imposição de um toque de recolher em Changan Street é bastante normal, como o vice norte-coreano Ministro dos Negócios Estrangeiros Ri Yong-ho está em visita a Wu Dawei representante especial da República Popular da China para assuntos coreanos, e tinha feito um encontro raro com antecedência de mídia para dar um discurso fora da entrada a leste de Diaoyutai State Guesthouse.

Chineses sofrem nova censura na internet por causa de rumores de golpe

PEQUIM — A internet chinesa, famosa pelas inúmeras restrições que lhe são impostas pelo governo, sofreu novos golpes esta semana. Após o afastamento na quinta-feira passada de Bo Xilai, líder do Partido Comunista Chinês no município de Chongqing, diversos rumores não confirmados pipocaram em blogs e redes sociais. Além de especulações sobre os motivos de sua saída, os internautas também divulgaram que tanques de guerra circulavam por Pequim, que um tiroteio aconteceu no quartel-general do PCC e que o filho de um dirigente do Partido Comunista Chinês havia se envolvido em um acidente de carro a bordo de uma Ferrari. Em pouco tempo, todas as mensagens com as palavras-chave referentes a esses assuntos foram deletadas dos principais sites chineses.

Um dos temas mais comentados era um suposto tiroteio que teria acontecido em Zhongnanhai, o principal escritório do PCC e do Conselho de Estado do governo, que fica perto de uma das mais famosas atrações turísticas da China, a Cidade Proibida. A principal teoria levantada nas redes sociais dava conta de uma briga de Zhou Yongkang, chefe de segurança interna do país e aliado de Bo Xilai, contra o presidente Hu Jintao, o primeiro-ministro Wen Jiabao e outros líderes que analistas acreditam ter apoiado a saída de Bo.

Na noite de segunda-feira, outros boatos falavam sobre um tiroteio no centro da capital. Como havia um contingente de policiais maior que o de costume em uma das principais avenidas da cidade, os ânimos se acirraram ainda mais. Nada foi confirmado, mas muitos chineses chegaram a cogitar até mesmo que um golpe militar estava em curso.

E, desde terça-feira, o nome da marca Ferrari entrou para lista de palavras proibidas nas redes sociais e nos sistemas de busca. Tudo por causa de boatos de que o filho de um alto representante do Partido Comunista teria sofrido um acidente enquanto dirigia um modelo da montadora italiana em Pequim, ferindo gravemente duas mulheres que estariam de carona. Alguns chegaram a anunciar que o próprio rapaz teria morrido. Além das circunstâncias relativas ao acidente, os internautas questionavam como um funcionário público teve dinheiro para comprar um carro tão caro.
Os termos, inclusive o nome de Bo Xilai, não só foram deletados de redes sociais como o microblog Sina Weibo e o QQ Weibo como também foram banidos do sistema de buscas Baidu pelos censores chineses. Não é mais possível sequer ter acesso às mensagens que foram postadas. Segundo algumas fontes, as histórias publicadas pelos chineses estariam sendo acompanhadas por grupos de inteligência de países como Estados Unidos e Reino Unido.

Para analistas políticos, a saída de Bo Xilai do governo causou um racha no PCC — algo que não seria admitido facilmente pelos comunistas, que querem sempre transmitir uma imagem de unidade, ainda mais no ano em que novos líderes serão escolhidos durante o congresso do partido. Bo é filho de Bo Yibo, um dos grandes revolucionários chineses, e ficou famoso por sua campanha para relançar as canções “vermelhas” e a parafernália maoísta com programas patrióticos na TV e o envio de funcionários para trabalhar no campo. A iniciativa causou preocupação entre os membros mais liberais do PCC e Wen Jiabao chegou a alertar na semana passada que o país poderia não sobreviver a uma outra Revolução Cultural

UND

Obama está executando um GOLPE DE ESTADO!

Você duvida da existência de vida extraterrestre?


Veja este segmento de um documentário do Discovery Channel, com declarações claras de cientistas de renome, afirmando a existência de vida extraterrestre.

Primeiro foi na cidade de Clintonville. Agora os ruídos se manifestaram a 128 Km de lá, na cidade de Montello – EUA


Anteriormente estranhos estrondos e ruídos foram relatados por moradores na cidade de Clintonville, estado de Wisconsin – EUA, no dia 18 de março. Soubemos agora que moradores de Montello, uma cidade a 128 km de Clintonville, alegam que o mesmo aconteceu por lá, na tarde do dia 21 de março.

De acordo com reportagem do site do canal de TV afiliado à NBC, www.nbc15.com, a polícia de Montello está investigando ruídos e estrondos similares aos relatados em Clintonville.

Ninguém tem uma explicação para o incidente, mas em Montello é só o que se fala.

Patti Lekas, uma moradora da cidade, disse: “Houve um grande estrondo e todas as janelas estremeceram. A casa toda chacoalhou“.

O chefe de polícia de Montello, Richard Olson, disse: “Recebemos relatos de muitas fontes confiáveis, de toda a comunidade“. Uma pessoa descreveu o ruído como se fosse um acidente de trem.

O sismólogo da Universidade de Wisconsin em Madison, Harold Tobin, disse que ele não tem conhecimento de qualquer atividade sísmica próxima à cidade de Montello.

Os moradores de Montello alegam que não sabiam sobre o evento de Clintonville, e só acabaram sabendo após investigarem sobre seu próprio problema.

Aparentemente, este tipo de incidente está se tornando muito comum, não só nos Estados Unidos, mas em todo o mundo.

Ovni Hoje

Teria um homem do século XIX sido capturado por um vórtice de tempo e espaço?

Este artigo não tem nada relacionado aos OVNIs, mas não deixa de ser interessante.

Muitos supostos casos de viagem no tempo têm sido relatados durante os séculos. Um dos melhores desses casos convenceu muitas pessoas de que a viagem no tempo é possível, inclusive até ao Departamento de Polícia da Cidade de Nova Iorque.

O incidente foi, alegadamente, confirmado por 74 diferentes testemunhas. Todos os detalhes teriam sido documentados nos registros policiais daquela cidade.

Rudolf Fenz Sênior desapareceu em 1876. Apesar da intensa procura policial, Fenz nunca foi encontrado. Todavia, seus familiares sempre tiveram a esperança de que o gentil imigrante europeu iria retornar. Eles aguardaram por anos. Os membros da família foram morrendo um a um, mas a esperança do retorno de Fenz ainda ficava viva.

Muito tempo depois que a maioria de seus parentes morreu, Rudof Fenz retornou. E ele retornou da forma mais espetacular possível. Rudolf Fenz materializou em junho de 1950, no meio da movimentada Quinta Avenida, no centro de Manhattan, 74 anos após ter desaparecido sem deixar traços.

Segundos depois de aparecer no meio do trânsito pesado, ele foi atingido por uma automóvel e morreu.

O tempo havia pregado uma peça cruel em Fenz: o levou três quartos de século para o futuro, somente para o colocar na frente de um automóvel em movimento.

Desde o início da investigação sobre a morte do homem trajado de forma estranha, a polícia de Nova Iorque sabia que o caso era muito atípico.

O motorista que atingiu e matou o homem testemunhou que ele parecia estar muito confuso. O motorista jurou que o homem literalmente apareceu em sua frente, sem lhe dar chance de reação.

Embora o defunto tivesse vestido com roupas que pareciam novas, a investigação da polícia confirmou que suas roupas datavam de quase um século antes daquela data. De acordo com os registros policiais, escritos pelos policiais que investigaram o caso, o homem vestia um paletó preto, um chapéu com aba larga, calças e sapatos estranhos, amarrados com fivelas à moda do século XIX. O homem parecia ter uns trinta e poucos anos de idade.

A polícia encontrou no bolso do homem moedas que já estavam fora de circulação há muito tempo, algumas delas de aparência muito nova e brilhante. Sua carteira continha cédulas de antes de 1870 e cartões de visita gravados com o nome ‘Rudolf Fenz Sênior’.

Entre os objetos encontrados no homem, os policiais também descobriram um recibo pela guarda de cavalos e pelo armazenamento de uma carruagem.

Incapazes de determinar onde Rudolf vivia, e nem mesmo de localizar seus familiares, a polícia passou o caso para um de seus investigadores de pessoas perdidas, Huber Rihn. Com os recursos do Bureau de Pessoas Desaparecidas do Estado de Nova Iorque, Rihn contatou seus colegas nos países europeus, inclusive na Áustria e Alemanha, numa tentativa de encontrar algum parente da vítima.

Não obtendo sucesso em sua investigação, Rihn, em um ato de desespero, requisitou a cópia de uma velha lista telefônica de 1939, onde o investigador encontrou uma pista importante: a lista telefônica continha o nome Rudolf Fenz Júnior.

Essa descoberta, seguida de muita investigação cuidadosa, levou Rihn até uma senhora de idade, a viúva de Rudolf Fenz Júnior.

Desta feita, o caso teria tomado um rumo bizarro. Os fatos que foram levantados deixaram os policiais atordoados.

Durante uma longa entrevista com a Sra. Rudolf Fenz Jr. ela disse aos investigadores que seu sogro, Rudolf Fenz Sênior, desapareceu durante sua caminhada diária. Na época, seu filho teria somente quatro anos de idade. Após relatarem o desaparecimento de Fenz Sênior à polícia, uma investigação ocorreu, mas nenhum traço dele foi encontrado.

O ano era 1876, quando Rudof Fenz Sênior tinha 31 anos de idade.

Assim, Rihn procurou por alguns arquivos do século XIX sobre casos de pessoas desaparecidas que não haviam sido solucionados pelo Bureau de Pessoas Desaparecidas do Estado de Nova Iorque. Lá, para sua surpresa, estava o registro de Rudolf Fenz Sênior, dado por sua família como desaparecido. O registro declarava que ele nunca tinha retornado de sua caminhada diária.

Uma velha foto de Rudolf Fenz Sênior acompanhava o registro de desaparecimento. O homem na foto tinha exatamente a aparência do homem morto na rua movimentada de Nova Iorque.

Poderia o desafortunado Fenz ter sido varrido por um vórtice de tempo que o levou para o futuro, onde ele teria sido morto por um veículo “moderno”. Se este for o caso, Rudolf Fenz Sênior, que tinha somente 31 anos de idade, morreu 105 anos após seu nascimento.

Como ocorre com a maioria desses tipos de casos, nunca saberemos se esta história é real. Mesmo assim, se ela for verídica e existirem mesmo os registros policiais aqui relatados, não podemos descartar a possibilidade de que o desafortunado Fenz viajou no tempo direto para sua morte.

Ovni Hoje

Vídeo mostra acidente dramático de helicóptero Apache dos EUA no Afeganistão


O site Military.com lançou vídeo dramático de um acidente de helicóptero Apache dos EUA no Afeganistão. O helicóptero que estava voando muito baixo sobre um posto militar em Sar Howzah Afeganistão, quando algo deu errado. Depois de ganhar altitude, o helicóptero começa a descer e cai em uma zona de pouso coberta de neve.As imagens foram registradas em fevereiro, mas só agora foram divulgadas.Incrivelmente, ninguém foi morto ou sequer ficou ferido na colisão.Os militares estão investigando as causas do desastre.

quinta-feira, 22 de março de 2012

True Outspeak - Olavo de Carvalho - 21 de março de 2012

Decodificado: A TERCEiRA GUERRA MUNDIAL; A realidade aos seus olhos




Golpe militar derruba presidente do Mali, no norte da África

Tropas rebeldes derrubaram o presidente do Mali, Amadou Toumani, nesta quinta-feira, e anunciaram a suspensão da Constituição e um toque de recolher no país do norte da África.

O anúncio chega um dia após um golpe militar, que, segundo os rebeldes, foi motivado pela inação do governo frente as investidas dos Tuaregs, grupo étnico que vem tendo confrontos com o Exército no norte do país.

Fontes disseram à BBC que os militares, liderados pelo capitão Amadou Sanogo, prenderam diversos ministros.

A Grã-Bretanha e a França pediram às tropas rebeldes e ao governo que resolvam as disputas de forma pacífica.

O país africano que tem mantido um regime democrático pelos últimos 20 anos tinha eleições presidenciais marcadas no próximo mês.

BBC

Rússia envia tropas para as proximidades do Irã

A Rússia está enviando um "destacamento temporário" de tropas para a região sul do Daguestão, cuja fronteira fica a cerca de 200 km (124 milhas) ao norte do Irã, para combater o terrorismo, informa o Ministério do Interior.

"Estamos falando de um destacamento temporário e coordenação para prevenir e combater o terrorismo e o extremismo em todo o território do Daguestão", disse Vyacheslav Makhmudov, um porta-voz do Ministério do Interior regional, na capital da república, Makhachkala.
Cerca de 1.000 soldados estão sendo movidos da região vizinha da Chechênia para formar unidades policiais temporários em municípios com condições complicadas "criminosos", disse Magomed Baachilov, o secretário de Estado do Conselho de Segurança do Daguestão. O realinhamento de forças foi ordenada pelo ministro do Interior, Rashid Nurgaliev, com Oleg Kizhayev, um coronel da polícia, com o nome no comando do destacamento ministério no Daguestão, director geral do Ministério do Interior para o Cáucaso do Norte disse em seu site hoje.

As autoridades foram a implantação de 20.000 a 25.000 tropas federais a partir de Khankala, a principal base do exército russo na Chechênia, de acordo com relatórios publicados em caucasianos Knot, uma com sede em Moscou grupo de notícias e análise que acompanha a situação no Cáucaso do Norte e do Sul, e do semanário Daguestão publicação Chernovik, que citou não identificados locais oficiais da lei. Um comboio de veículos blindados e veículos militares foi visto movendo em direção a sul do Daguestão de março 14 - março 17, os relatórios disse.

Insurgência separatista

O Cáucaso do Norte tem sido palco de violência separatista desde o colapso da União Soviética. Forças federais lutou duas guerras contra rebeldes na Chechênia, e da violência tem sido a queima, no Daguestão, vizinho, com um tiroteio fronteira informou no mês passado, um atentado suicida em 6 de março e um ataque a um posto de votação no local durante o 4 de março de eleição presidencial. O governo culpa a continua violência de combatentes islâmicos e insurgentes.
Autoridades policiais mataram 171 militantes e prenderam 211 no Daguestão ano passado, com outros oito entregar sem luta, disse Baachilov da região do Estado do Conselho de Segurança. Cem "membros ativos" da insurgência permanecem após 15 foram mortos nos primeiros dois meses deste ano, disse ele.

UND