segunda-feira, 30 de maio de 2016

Houve um golpe de Estado no Brasil, por Paul Craig Roberts



Traduzido por Tanya & Eugene

No Brasil, o maior jornal do país publicou transcrição de uma gravação privada vazada para o jornal. As palavras registradas constituem a trama das ricas elites brasileiras, envolvendo tanto os militares brasileiros corrompidos pelos EUA quanto o Supremo Tribunal Federal, para remover a presidenta democraticamente eleita do Brasil, sob falsas acusações, a fim de parar as investigações das elites corruptas que habitam no Senado brasileiro, e por um fim à participação do Brasil nos BRICS. A tentativa Russo-Chinesa para organizar um bloco econômico independente de Washington já perdeu 20% de seus membros.

A democracia foi derrubada no Brasil, como na Ucrânia, Honduras – na verdade, em todos os lugares em que Washington coloca suas mãos sujas, incluindo os próprios Estados Unidos.


Glenn Greenwald relata sobre o extraordinário vazamento da gravação de 75 minutos das conversas entre as elites brasileiras, que planejaram a trama para enquadrar a Presidenta do Brasil, a fim de se protegerem.

O Governo da Presidente Dilma Rousseff estava lidando com a corrupta elite brasileira de forma estritamente legal, não revolucionária. Este foi um erro estratégico, uma vez que nem as elites brasileiras, nem os seus apoiadores em Washington dão a mínima para a legalidade. Para eles, o poder é a única força eficaz.

Eles usaram o seu poder para remover Rousseff da presidência, provando aos brasileiros que seus votos não são efetivos para decidir quem governa.

O mundo viu isso tantas vezes. É por isso que a Revolução Francesa, Marx, Lenin, e Pol Pot concluíram que a mudança era impossível a menos que as elites fossem exterminadas.

Na América Latina, os governos populistas, que conseguiram, contra todas as probabilidades, serem eleitos, amarram suas próprias mãos, estendendo a proteção do Estado de Direito a seus amargos inimigos domésticos, que se aproveitam da proteção que lhes foi dada para para usar seu poder para derrubar o governo eleito.

Sempre será assim. Sem Lenin, não haverá mudança na América Latina ou em qualquer lugar no mundo ocidental, corrupto e controlado pelas elites. No mundo ocidental, votar é perda de tempo. A farsa das eleições não é nada além de cobertura para o controle das elites. Os eleitores, sempre esperançosos, nunca compreendem.
____________________________________

Dr. Paul Craig Roberts foi Secretário Assistente do Tesouro para Política Econômica e editor associado do Wall Street Journal. Ele era colunista do Business Week, Scripps Howard News Service, e Creators Syndicate. Ele teve muitas nomeações Universitárias. Suas colunas de internet têm atraído público em todo o mundo. Os livros mais recentes de Roberts são O Fracasso do Capitalismo Laissez-Faire e a Dissolução Econômica do Oeste (NT: em inglês, The Failure of Laissez Faire Capitalism and Economic Dissolution of the West), Como a América Foi Perdida (NT: em inglês, How America Was Lost), e A Ameaça Neoconservadora para a Ordem Mundial (NT: em inglês, The Neoconservative Threat to World Order).

blogdoalok

Um comentário :