sábado, 29 de outubro de 2016

Agente da CIA fala sobre OVNIs / UFOs, e outras informações atuais sobre o possível desacobertamento em 2016


Surge na Internet outra reportagem sobre aquele agente da CIA que falou sobre o acobertamento dos OVNIs pelo governo dos EUA.  Junto com esse mesmo artigo, estavam outros fatos sobre a situação atual do movimento em prol do desacobertamento.  Veja: 

A confissão em leito de morte de um ex-funcionário da CIA, mais uma vez confirma que os alienígenas são uma presença real no nosso planeta, levantando a esperança de que 2016 será o Ano do Desacobertamento.

O ex-agente disse ter sido primeiramente introduzido à questão extraterrestre no final da década de 1950.
ufo-hangar-area-51

“Eu estava ingressando no Exército, recém vindo da fazenda, assim realmente não tinha muito conhecimento sobre nada; então meu chefe me informou sobre o Projeto Blue Book e o que eles haviam descoberto até então a respeito dos ‘greys‘ e alienígenas, e do incidente de Roswell.”


O segredo de sua missão era de grande importância, assim o ex-agente foi proibido de falar sobre quaisquer detalhes a respeito de sua linha de trabalho, nem mesmo com sua família.  Ele alegou ter sido coagido a jurar que não iria falar sobre este assunto por um período de 50 anos.  Esse período de tempo findou em 2010, fazendo com que o agora idoso abrisse o jogo. O que ele revela é uma ‘massa complexa’ de acobertamentos que vão até as posições governamentais mais altas.

Numa ocasião, ele lembra de seu superior sendo instruído pelo presidente Eisenhower para voar até a Área 51, descobrir quem estava em comando e demandar que esta pessoa reportasse a Washington.  A atividade lá era tão anômala que nem mesmo o chefe de estado sabia de alguma coisa.

A informação revelada pelo ex-agente combina com a de Bob Lazar sobre as instalações S4 e as atividades que ocorriam na base.

“Eles tinham diferentes aberturas como portas de garagem, e nestas aberturas eles tinham diferentes naves em forma de disco. O primeira tinha a nave de Roswell. Estava meio avariada, mas aparentemente todos os alienígenas que estavam nela morreram, exceto uma dupla.”

Ele descreve a nave de Roswell como sendo “realmente estranha”, que parecia como se tivesse sido feita de “folha de alumínio realmente grossa”.  Ela pesava somente de 70 a 140 quilos e o sistema de propulsão provavelmente era antigravitacional.

Durante a mesma visita os operadores da CIA testemunharam um filme mostrando a necrópsia de uma das vítimas do acidente. Mas também havia alienígenas vivos mantidos na S4, e foi permitido que seu supervisor participasse na investigação das criaturas.

O agente descreveu um alienígena com tendo a aparência ‘oriental’, com o corpo pequeno, uma cabeça desproporcionalmente grande, olhos grande com pequenos fendas no lugar de orelhas.
Localização da área S4 em relação à Área 51.
Localização da área S4 em relação à Área 51.

Não há como os agentes da CIA confundiram os OVNIs que viram com quaisquer outras naves que estavam sendo desenvolvidas na época. Após sua visita nas instalações S4, os agentes da CIA também teriam ido até a Área 51, localizada vários quilômetros ao norte.  Lá eles viram o avião espião U2 que, é claro, na época não sabiam que existia, mas estava mais do que óbvio que esta era uma nave feita pelo homem e as outras obviamente não eram.

Após, os agentes e seu oficial superior voaram de volta para Washington, onde informaram o Presidente Eisenhower sobre a situação.  Richard Nixon e J. Edgar Hoover também estariam presentes.

“Ele [Eisenhower] ficou totalmente chocado. Pela primeira vez ele pareceu estar preocupado.”

Porém, as declarações do agente tiveram um custo. Pouco depois dele falar com a investigadora de OVNIs, Linda Moulton Howe, ele foi abordado por Homens de Preto.

“Eu estava indo para um mercado, quando dois caras de terno preto saíram de um automóvel Lincoln Town preto e vieram me ver. Eles me disseram que era melhor eu não publicara nada e nem falar mais com Linda.”

Eles conseguiram intimidá-lo. Mas isto foi antes da entrevista ter ocorrido.  Sendo um homem de idade cujo tempo já estava para vencer, o ex-agente da CIA sentiu que devia ignorar as ameaças dos homens, e revelar o que sabia.  Ele disse ao Richard Dolan durante a entrevista:

“Sinto-me muito melhor em ter falado sobre isto. Eu sinto como se um peso tivesse sido tirado do meu ombro, porque eu tinha muitos segredos que havia mantido por anos.”

Mais de 50 anos se passaram desde que ocorreram os eventos descritos pelo agente da CIA.  Hoje, mais e mais pessoas acreditam que estamos à beira do desacobertamento.  Alguns até mesmo especulam que o Presidente Obama irá tomar esta missão antes de deixar a Casa Branca até o final do ano.

Esta também é a opinião do lobista Steve Bassett, diretor do Paradigm Research Group, e único lobista oficial de OVNIs nos Estados Unidos. Ele está convencido que a Casa Branca tem sabido sobre existência de extraterrestres por várias décadas, e que está na hora do mundo saber.

Bassett disse:

“ET é real; já fomos além disso.  Teremos o desacobertamento esta ano. Não tenho certeza quem vencerá as eleições, mas acho que o Obama será o presidente do desacobertamento.  Ele poderá ser contemplado um Prêmio Nobel por fazer tal anúncio. Tenho 85 por cento de certeza que Obama fará o anúncio antes de deixar o gabinete e dentro de dias o primeiro ministro [do Reino Unido] o seguirá.  Estou tentando forçar o Obama a fazer o desacobertamento.  Acho que chegaremos lá.”

Ultimamente tem havido muita conversa sobre o desacobertamento.

E-mails vazados entre o ex-chefe de gabinete, John Podesta, e o astronauta Edgar Mitchell mostram que os dois estavam planejando uma reunião com Obama para discutirem a liberação da verdade.

Mitchell escreveu:

“Cinco décadas de informações de OVNIs dramaticamente mudaram a consciência da população sobre uma presença extraterrestre. Todavia, nosso governo ainda está operando com crenças e políticas desatualizadas. Estas são prejudiciais à confiança na transparência do governo, da ciência, da religião e da cidadania que abraça o próximo passo na pesquisa e viagem espacial do nosso país.”

O ex-astronauta foi um dos grande proponentes da vida alienígena e sua morte em fevereiro de 2016 acabou sendo um choque para a comunidade em prol desacobertamento. Mas parece que poderíamos ter uma chance de vencer.

Numa entrevista com a CNN, Podesta disse ao mundo que já passou da hora do governo “liberar quaisquer evidências” de vida alienígena”.

“O governo dos EUA poderia fazer um trabalho muito melhor respondendo as questões legítimas que as pessoas têm sobre o que está acontecendo no fenômeno aéreo não identificado.”

Até mesmo o Vaticano está a bordo deste pedido.  Quem pensaria que isto fosse possível?

Em 2015, o Padre Jose Funes, astrônomo chefe do Papa, disse que o Vaticano acredita que a vida em outros planetas não é somente possível, mas altamente provável. Além disso, ele declarou que a existência de alienígenas não contradiz a Bíblia ou o sistema da crença cristã.

“A Bíblia não é um livro científico. Se olharmos na Bíblia por respostas científica às nossas perguntas, estaremos cometendo um erro. Ela tem a resposta de grandes perguntas como ‘qual é  nosso papel no Universo?”

O ponto aqui é que parece que as ativistas do desacobertamento da realidade extraterrestre nos EUA parecem estar ficando irriquietos e tentando forçar seu governo a revelar o que sabe. 

Este é um ano crítico para aquele país, com todos seus problemas de economia, diplomacia e de eleição presidencial.  

Estaria mesmo algo grandioso para acontecer, como muitos acreditam?

E você, acredita que este será o ano do desacobertamento do fenômeno dos OVNIs?

Fonte
ovnihoje

Um comentário :

  1. Ué?!?! Obama não um dos que pertencem a tal "Nova Ordem Mundial"? Ele não é um dos membros das sociedades ocultistas? Um membro de sociedades secretas que querem dominar o mundo irá revelar a tal existência de "vida extraterrestre?

    Parem o mundo que eu quero descer...os idiotas são cada vez mais maiores.

    ResponderExcluir