quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Acidente do MiG-29KR no mar Mediterrâneo não foi devido a falha na aeronave


segundo o site BMPD uma fonte confiável recebeu informações sobre as circunstâncias da perda do caça Mig 29KR no Mar Mediterrâneo que estava a bordo do cruzador pesado de transporte de aeronaves "almirante da frota da União Soviética Kuznetsov" em 13 de novembro de 2016. Ao contrário da informação que foi espalhada anteriormente, o caça MiG-29KR em seu último voo não tinha qualquer falhas técnica (incluindo falhas de motores) e foi perdido por razões muito diferentes.
Imagem relacionada
Foi feito um vôo de treinamento de pouso durante a manhã com três MiG-29KR no porta-aviões no dia 13 de Novembro. O primeiro avião aterrizou com sucesso, mas o segundo caça ao pousar quebrou o cabo que segura a aeronave,uma segunda corda foi providenciada. Embora o segundo MiG-29KR conseguiu ter sucesso em pousar  no convés, ele danificou outro cabo, devido ao fato de que o uso da corda de contenção ter se tornado impossível, o terceiro caça foi condenado a permanecer no ar em espera até que a outra corda fosse colocada. 

Infelizmente não foi possível reparar a tempo o deck do "Admiral Kuznetsov" em pouco tempo (o que estava acontecendo no convés do cruzador depois do acidente na corde de paragem é descrito como "uma bagunça"). Como resultado, o terceiro caça no ar que esperava, utilizou todo o combustível, e o piloto foi forçado a ejectar. 

Esta história ilustra a complexidade da operação de um sistema de aviação complexo em um navio porta-aviões, e que para o bom funcionamento de todos os componentes do sistema, incluindo a unidade de convés e de combate aéreo deve operar com a devida eficiência e treinamento. Falta de preparação e organização do convés de um porta-aviões pode ter consequências mais graves, ameaçando perdas de material - neste muitas vezes anteriormente aprendida pela Marinha dos Estados Unidos, aprendendo com os erros a operar de foma apropriada, e agora é a vez da Marinha russa.

Nenhum comentário :

Postar um comentário