quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Ex-oficial da Frota do Mar Negro da Rússia detido pela espionagem a favor da Ucrânia


Em Sevastopol foi detido o ex-funcionário do estado da Frota do Mar Negro, Leonid Parkhomenko. O homem é suspeito de alta traição, informou o Serviço de Segurança da Rússia (FSB).
Fuzileiros navais russos em Sevastopol
Segundo os dados da investigação, o capitão aposentado recolhia dados secretos sobre as atividades da Frota do Mar Negro. 


O FSB destacou que o homem fazia a tarefa da direção principal da inteligência do Ministério da Defesa da Ucrânia para onde passou os dados recolhidos.

Segundo a lei Parkhomenko pode passar até 20 anos na prisão.

Duas semanas atrás o FSB informou que na Crimeia foi detido um grupo de sabotagem da inteligência ucraniana. Segundo os dados da investigação, preparavam explosões contra objetos importantes da península. Além disso, em outubro tornou-se público que o funcionário da direção principal do Ministério da Ucrânia, Roman Sushchenko. O FSB considera que recolhia dados secretos sobre as atividades das Forças Armadas e Guarda Nacional da Rússia.

Sputnik

Nenhum comentário :

Postar um comentário