quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

Diário de cientista desaparecido pode elucidar questões sobre ETs e OVNIs


Cientista desaparecido teria tido contato frente-a-frente com OVNIs e alienígenas.

De acordo com um documento intitulado Project Pulsar, a pesquisa e estudo da vida extraterrestre tem um preço elevado. Um cientista, cujo nome não foi divulgado, foi empregado pelo governo dos EUA para estudar os locais de acidentes de OVNIs e o equipamento recuperado, interrogar e estabelecer comunicação com entidades biológicas extraterrestres e analisar os dados agregados.
linguagem escrita alienígena
Seriam estes exemplos de linguagem escrita alienígena?

Seu trabalho para o governo durou 33 anos, durante os quais o cientista descobriu informações que poderia descarrilar uma mente despreparada. Até 1990, ele conseguiu coletar informações pertinentes a mais de 160 espécies de formas de vida alienígena, mais uma vez confirmando que o Universo está tinindo com vida inteligente.


Ele também encontrou vários documentos relacionados ao assunto e, felizmente para nós, o cientista também manteve anotações pessoais de sua experiência de trabalho. A propósito, foi justamente o hábito de manter um diário pessoal que fez com que ele ficasse encrencado com seu empregador.

O documento alega:

Descobriu-se que este indivíduo tem mantido tais anotações pessoais e assim agendamos sua terminação.  Ele escapou por pouco a terminação pelo governo, e atualmente está se escondendo fora deste país.

Sua anotações são um amálgama de assuntos controversos que vão desde a farmacologia secreta e o uso de várias drogas e hormônios sintéticos em seres humanos, até detalhes sobre psionismo alienígena e linguagens extraterrestres.

O documento detalha como várias espécies de alienígenas possuem a habilidade de controlar seus arredores e até mesmo manipular e reorganizar a matéria através do pensamento. Usando várias substâncias desenvolvidas com a ajuda dos extraterrestres, as agências governamentais têm conseguido recriar estes efeitos em humanos, embora em escala muito menor.

Uma parte diferente das anotações do cientista arranha a superfície dos sistemas alienígenas de propulsão, fornecendo vários exemplos.

Um deles é o motor de propulsão por impulso utilizado nos OVNIs básicos dos alienígenas grey.  Aparentemente, este sistema de propulsão funciona através da canalização de plasma super aquecido através do sistema de propulsão espaço-tempo, assim criando uma distorção limitada do contínuo espaço-tempo. Estas naves menores podem acelerar quase à velocidade da luz em questão de segundos, mas são úteis somente para viagem interplanetária dentro do sistema solar.

A viagem interestelar é outra história e requer velocidades muito maiores do que a velocidade da luz. Como tal, o documento alega que as naves-mãe alienígenas são energizadas por um equipamento diferente.

Esse motor incrivelmente avançado permite que os cruzadores interestelares deformem as leis conhecidas da física para atravessarem o tempo e espaço a mais de 32.000 vezes a velocidade da luz. Em caso de emergência, isto pode ser dobrado.

Este sistema de propulsão espetacularmente rápido é energizado por uma Montagem de Cristal MAGNIUM, a qual cria  e controla as colisões de antimatéria, criando sucessivas “bolhas de tempo-espaço” na frente da nave.

O documento então relaciona várias espécies extraterrestres a serviço dos alienígenas grey, os quais aparentemente se tornaram os mestres da manipulação genética e da criação de seres sintéticos.
croqui em diário de cientista desaparecido

A gravura acima mostra uma criatura que o cientista chama de SQH, um servidor de baixo nível, com a inteligência necessária para conduzir as ordens, mas não capaz de agregar quaisquer pensamentos próprios.  O desenho abaixo mostra o Tah’Hay, um clone mutável cujo propósito é o de completar várias formas de pesquisas
croqui em diário de cientista desaparecido
Os dados do cientista mostram que os alienígenas grey preferem empregar criaturas biológicas, enquanto os alienígenas nórdicos e os alaranjados favorecem os humanoides sintéticos, servidores inorgânicos de alta tecnologia que inexoravelmente fazem o trabalho de seus mestres.

No documento, o cientista desaparecido faz referências a vários projetos governamentais secretos, sendo o principal deles o famoso MK-ULTRA. As notas do cientista cita aplicações das quais já sabemos por um longo tempo; o objetivo principal do projeto era o de desenvolver e melhorar métodos do controle da mente através de vários meios.

O máximo de sucesso que eles tiveram foi quando recrutaram a ajuda de alienígenas para superar as barreiras naturais das mentes humanas. Assim, o MK-ULTRA conseguiu avanços na manipulação hipnótica e no estímulo eletrônico do cérebro, através de microships e ondas de baixa frequência.

Um outro assunto interessantes nas anotações do cientista foi a ideia de uma tomada de poder pelos alienígenas hostis. Ele descartou este cenário, alegando que os alienígenas avançados poderiam ter feito isto há muito tempo, se eles quisessem. O documento diz:

Se os ETs têm nos observado e, de certa forma, interagido com a Terra por séculos, por que postergar uma ocupação hostil? A aumentada atividade de OVNIs e ETs coincidindo com o início da era nuclear humana em meados da década de 1940 indicariam uma preocupação genuína sobre as capacidades hostis humanas.

No final, não temos garantia de que este documento seja autêntico. Dado o fato de que o nome do cientista não foi divulgado, não podemos verificar sua credibilidade. Por outro lado, um pesquisador trabalhando para o governo em assuntos tão delicados provavelmente seria expurgado de qualquer registro.

Embora a veracidade das alegações do documento possa estar aberta para debate, a situação que ele explora é real: as pessoas estão preocupadas que seus líderes fizeram acordos com ETS e estão secretamente estudando a tecnologia alienígena, enquanto a raça humana não recebe nenhum benefício vindo desses acordos.

O documento (em inglês) pode ser lido aqui

ufo holic

ovnihoje

Nenhum comentário :

Postar um comentário