quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

Fábricas de armas químicas foram encontradas em Aleppo


Durante seu trabalho em Aleppo Oriental, a Sputnik Árabe visitou fábricas em que terroristas produziam bombas com substâncias químicas tóxicas.
Fábrica de armas químicas em Aleppo
Uma fonte militar afirmou à Sputnik Árabe que os terroristas usaram bombas químicas contra o exército sírio. Por exemplo, a área da Academia Técnica Militar Hafez al-Assad, no sudoeste de Aleppo, sofreu um ataque químico.


A perícia revelou que as substâncias tóxicas eram de fabricação americana e a própria bomba era feita no local, disse a fonte. Sobre as latas pode ser vista claramente a abreviatura latina de número ONU UN 3082.

O representante oficial do órgão nacional da Síria para o cumprimento da Convenção sobre a Proibição de Armas Químicas, Samer Abbas, enviou este ano à Comissão Internacional da Organização para a Proibição de Armas Químicas documentos que provam o uso por terroristas de armas com gás iperite contra civis. Em resposta, a Organização afirmou que é necessário formar uma comissão especial para verificar esses documentos, mas ainda nada foi feito. Peritos do Ministério da Defesa russo coletaram evidências do uso de armas químicas por militantes na vila de Marana-Um-Hosh, localizada entre o sul de Aleppo e o norte de Mara.
Fábrica de armas químicas em Aleppo
Fábrica de armas químicas em Aleppo

sputniknews

Nenhum comentário :

Postar um comentário