terça-feira, 27 de dezembro de 2016

Gás da parte continental da Rússia começa a chegar à Crimeia


O presidente russo Vladimir Putin anunciou o começo do fornecimento de gás para a Crimeia da parte continental da Rússia, depois da ligação do sistema de gasoduto da península à rede de distribuição de gás do país.
Construção de gasoduto.


Na cerimônia de lançamento, em regime de videoconferência, participaram o líder da República de Crimeia, Sergei Aksenov, o governador interino de Sevastopol, Dmitry Ovsyannikov, e o diretor-geral da empresa estatal Chernomorneftegaz, Igor Shabanov.

A extensão total do gasoduto é de 358,7 km. O seu lançamento permitirá fornecer gás de forma regular a todas as categorias de consumidores da Crimeia.

Em 23 de dezembro passado, durante a grande coletiva de imprensa, Putin disse que os trabalhos de ligação das infraestruturas de transporte de gás da Crimeia e da parte continental da Rússia estavam concluídos. No que toca à energia elétrica, o presidente destacou que a península consome, no cume da demanda, 1,2-1,3 mil megawatts. Antes, 800 mil megawatts eram fornecidos a partir da Ucrânia. Agora, as usinas elétricas da Crimeia produzem até 1,1 mil megawatts e, em conjunto com geradores móveis – 1,3 mil. Agora, com o início dos fornecimentos de gás, na Crimeia terá início a construção de mais duas usinas elétricas com capacidade de 470 megawatts cada uma. No total, segundo Putin, a produção de energia elétrica na Crimeia será de cerca de 2 mil megawatts.

Sputnik

Nenhum comentário :

Postar um comentário