sábado, 25 de fevereiro de 2017

Ilusão de ótica: Rússia elabora materiais que podem 'enganar' armas inteligentes


Os engenheiros russos estão se debruçando sobre novos materiais únicos controlados eletronicamente, capazes de "iludir" os mísseis de cruzeiro e outros armamentos inteligentes, diz o jornal Rossiyskaya Gazeta, citando a assessoria de imprensa da empresa Roselektronika.
Míssil de Ataque Marítimo é lançado a partir do navio militar norte-americano USS Coronado (LCS-4), Califórnia, EUA, setembro de 2014 (foto de arquivo)


Sendo influenciada pelos impulsos eletrônicos, o tecido protetor será capaz não só de mudar de cor, mas também imitar perfis gráficos sofisticados, até mesmo o tremor de folhagem com a brisa.
"Os materiais sintéticos poderiam se tornar um ótimo antidoto para as armas de alta precisão que se orientam com base no reconhecimento e análise dos alvos. O novo material garante invisibilidade visual, mas não térmica ou eletromagnética", disse o vice-diretor geral da empresa russa, Igor Klochko, ao Rossiyskaya Gazeta.
O empresário também contou que a inovação poderia ser aplicada na vida civil e ser usada em telas de computadores construídas em conformidade com a tecnologia de tinta não-eletrônica e que não prejudica a vista.
Os métodos de tecnologia de ponta para camuflar equipamentos militares e unidades de combate, bem como centros de controle e comunicações, já têm sido elaborados pelo complexo técnico-militar russo por algum tempo.
Uma tecnologia nova que pode criar divisões falsas de sistemas de misseis móveis Yars, graças ao uso de hologramas, foi revelada durante o Dia de Inovações do Ministério da Defesa russo organizado em outubro de 2015.
Imagens holográficas enormes são criadas por instalações especiais de laser idênticos, em suas dimensões, aos sistemas de mísseis verdadeiros. A imagem resultante pode criar uma armadilha holográfica e disfarçar os verdadeiros lançadores.

Nenhum comentário :

Postar um comentário