domingo, 5 de fevereiro de 2017

Mídia revela vulnerabilidade de destroyers britânicos perante submarinos russos


O Ministério da Defesa britânico cometeu erros consideráveis no desenvolvimento dos destroyers do projeto 45, o que os tornou vulneráveis para os submarinos russos.

Destróier britânico do projeto Tipo 45 HMS Duncan
A notícia foi dada pela edição Sunday Times.

Os novos destroyers podem ser detectados por submarinos à distância de mais de 185 quilômetros. Os navios produzem um ruído tão forte debaixo de água como se fossem "caixas com chaves de parafuso", informou o jornal citando o contra-almirante britânico Chris Perry.
Segundo ele, o Ministério da Defesa do Reino Unido investiu no desenvolvimento de sistemas de defesa antiaérea e antimíssil, mas não prestou a devida atenção à defesa contra submarinos. Cada destroier do projeto 45 custou aos cofres britânicos cerca de 1,25 bilhão de dólares.
A Rússia dispõe de submarinos que os especialistas ocidentais batizaram de "buracos negros", por serem furtivos. Um exemplo é o submarino do projeto 636 Varshavyanka.
Os novos destroieres britânicos, equipados com mísseis guiados, estão sendo construídos no Reino Unido desde 2003. Atualmente seis navios deste tipo estão já em operação – o mais recente passou a integrar a Marinha do país em 2013.
sputniknews

Nenhum comentário :

Postar um comentário