terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

Rússia e China vetam Resolução do Conselho de Segurança da ONU sobre sanções contra a Síria


Rússia e China vetaram um projeto de resolução do Conselho de Segurança das Nações Unidas que impõe sanções à Síria por ataques químicos alegadamente levados a cabo por Damasco.

O documento iniciado pelos países ocidentais teve nove votos, o número mínimo necessário para adotar o documento. Assim, Rússia e China tiveram que usar seu direito de veto.


Juntamente com a Rússia e a China, a Bolívia votou contra o projeto de resolução, enquanto o Egito, o Cazaquistão e a Etiópia se abstiveram.

"O projeto de resolução não é aprovado por causa do voto negativo de um membro permanente", disse o representante permanente da Ucrânia, Vladimir Yelchenko, que ocupa a presidência no Conselho de Segurança em fevereiro ", disse após a votação.

O Reino Unido e a França lançaram um projeto de resolução que permite sanções contra Damasco no final de dezembro. As medidas restritivas incluem a proibição do fornecimento de helicópteros ao governo do país, ao exército ou às agências estatais.

A base para tais medidas é o relatório da ONU e da OPAQ (Organização para a Proibição de Armas Químicas) que diz que Damasco é responsável por três ataques químicos quando recipientes com cloro foram supostamente lançados de helicópteros militares.

almasdarnews

Nenhum comentário :

Postar um comentário