quarta-feira, 15 de março de 2017

1000 km² de área da Antártica se tornou verde luminosa – e está aumentando


Ultimamente, todas as semanas temos recebido notícias relacionadas a condições anômalas do continente gelado da Antártica. Veja mais esta:

Uma enorme extensão de gelo verde claro foi fotografada na Antártica pela NASA, durante um voo de rotina. O gelo verde cobre aproximadamente 1000 km ² do continente, no Mar Ross, e está se espalhando.

Cientistas da NASA que avistaram o bizarro gelo verde entre as milhares de fotos tiradas rotineiramente da região ficaram espantados.
área da Antártica se tornou verde


Como sempre, os teóricos da conspiração nos fóruns online culparam os alienígenas pelo ocorrido. Mas, é claro, os cientistas da NASA ofereceram uma explicação mais científica.

A melhor teoria que os cientistas climáticos ofereceram é a de que o gelo tingido de verde seja provavelmente devido a um crescimento massivo de fitoplancto.  Os observadores da NASA não têm certeza se a massa de fitoplancto e algas está presa em gelo ‘macio’ que está se formando no mar, ou se está vivendo abaixo do mar de gelo existente.

Plancto fotossintético, chamado de fitoplancto, cresce por toda a Antártica durante o verão, de outubro a fevereiro.

É outono na Antártica, mas a expansão de algas pode ser vista nesta época do ano.

O glaciologista marinho australiano, Jan Lieser, do Centro de Pesquisa Cooperativa do Clima e Ecossistemas da Antártica, reportou ao Observatório Terra da NASA que em 2012 uma equipe registrou um enorme crescimento no final de fevereiro e no começo de março. Aquela massa de algas tinha 200 km de comprimento por 100 km de largura – ainda maior do que a massa atual.

Especialistas predizem que o novo crescimento ficará ainda maior antes do brutal inverno da Antártica chegar.

As fotos foram tiradas pelo satélite Landsat 8.

express.co.uk

ovnihoje

Nenhum comentário :

Postar um comentário