sábado, 25 de março de 2017

Governo vai atrás da China e Rússia para garantir a exportação da carne brasileira


O governo brasileiro segue tentando contornar o escândalo da carne, para impedir que o mercado exterior suspenda a importação dos produtos. Enquanto o presidente Michel Temer fala com a China, o ministro da Agricultura, Blairo Maggi vai falar com o Ministério da Agricultura da Rússia, para impedir que também suspendam a compra da carne.
Segundo o governo brasileiro, o país está com US$ 70 mil de carnes prontas para exportação aguardando a regulaização do mercado


O ministro da Agricultura já realizou uma conferência com a mídia da China, prestando esclarecimentos sobre a qualidade da carne brasileira. Blairo Maggi pretende viajar para a China nos próximos dias para discutir pessoalmente a situação.
Segundo o ministro, a ideia é montar uma missão de empresários brasileiros para conversar com os chineses para retomar a credibilidade quanto a qualidade dos produtos brasileiros.
Ao participar nesta sexta-feira (24) da entrega de casas do Programa Minha Casa Minha Vida em São José do Rio Preto, no interior de São Paulo, o presidente Michel Temer voltou a defender a qualidade da carne brasileira, criticando o nome de Carne Franca a ação da Polícia Federal. Temer afirmou que a carne do país é a melhor do mundo e que a situação de crise já está sendo revertida, graças à atuação dos ministros da Agricultura Blairo Maggi e das Relações Exteriores, Aloysio Nunes Ferreira.
"Mas a carne não é fraca não, Aloysio. A carne brasileira é a melhor carne do mundo. E por isso eu quero dizer que Ele (Aloysio Nunes) pegou a Operação Carne Fraca sabendo que nossa carne é forte e logo começou a trabalhar ao nosso  lado, ao lado do Blairo Maggi para imediatamente  estancar essa possibilidade eventual de uma restrição à compra da carne brasileira, um dos grandes mercados que temos é exatamente a proteína animal, vendida para 150 países do mundo."
Antes da viagem do ministro da Agricultura, Michel Temer deve conversar ainda nesta sexta-feira (24) com o presidente da China, Xi Jinping, na tentativa de fazer com que o país volte atrás na decisão de suspender a importação de carne brasileira.  Tanto a China, quanto Hong Kong suspenderam todas as compras de produtos não só dos  frigoríficos investigados na Operação Carne Fraca da Polícia Federal, mas proibiram a importação de todo o tipo de carne brasileira.
Até agora, a União Européia e outros 14 países já registraram algum tipo de restrição a importação das carnes do Brasil.

2 comentários :