segunda-feira, 6 de março de 2017

Guarda Revolucionária Iraniana bota navio espião dos EUA para 'correr'


Um navio espião dos Estados Unidos passou por uma experiência desagradável perto do Golfo Pérsico no último final de semana. Escoltado pela Marinha Real Britânica, o USNS Invincible foi forçado a mudar sua rota após a aproximação rápida e inesperada de navios de ataque da Guarda Revolucionária Iraniana.
USNS Invincible, navio espião operado pelo Military Sealift Command, da Marinha dos Estados Unidos (Arquivo)


Fontes militares ouvidas pela CBS afirmaram que o Invincible navegava tranquilamente pelo estreito de Ormuz, entre os golfos Pérsico e de Omã, quando foi surpreendido pelas embarcações do Irã, que não teriam respondido às tentativas da Marinha dos EUA de se comunicar por rádio para discutir sua posição.

Para evitar conflitos, o navio americano, que é equipado com sonares para rastrear submarinos e radares para monitorar testes de mísseis, desistiu de continuar sua viagem naquela direção. 

Segundo o Daily Mirror, os navios iranianos chegaram a ficar a menos de 600 metros da formação naval anglo-americana, o que as Forças Armadas dos Estados Unidos consideraram uma manobra insegura e pouco profissional. 

O incidente internacional, ocorrido no sábado passado, foi o segundo entre EUA e Irã em menos de 48 horas. Na última quinta-feira, uma fragata iraniana já tinha se aproximado e navegado ao lado do USNS Invincible no Golfo de Omã, a uma distância de 140 metros. Essa abordagem também foi considerada pouco profissional por Washington, mas não insegura, já que as embarcações estavam em posições paralelas no momento da aproximação. 

sputniknews

Nenhum comentário :

Postar um comentário