terça-feira, 28 de março de 2017

Mídia britânica está apreensiva com novo míssil hipersônico russo


A mídia britânica manifestou receios em face do novo míssil de cruzeiro hipersônico russo Tsirkon, que, segundo ela, representa “ameaça para a Marinha britânica” e pode vir a "romper o equilíbrio de forças no mundo".Míssil hipersônico

Diversas publicações revelaram as caraterísticas do míssil russo, que  ainda não foi apresentado oficialmente,  citando "analistas não identificados". 

Por exemplo, o Daily Mail anunciou que o míssil é capaz de acelerar a uma velocidade de 7,4 mil km/h, o que supera em 6 vezes a velocidade do som. 
Ver imagem no TwitterVer imagem no TwitterVer imagem no Twitter
El crucero nuclear marina  'Almirante Najimov' será el primero en equiparse con misil de crucero hipersónico 3M22 
Segundo o artigo, o míssil Tsirkon atualmente passa testes e vai ser posto ao serviço até 2022. O jornal sublinha que este míssil pode vir a ser "uma verdadeira catástrofe" para os porta-aviões britânicos. 
"A atual defesa antimíssil da Marinha britânica pode abater mísseis cuja velocidade não supere 3,7 mil km/h, por consequência, é inútil contra o Tsikron", indicou o artigo. 
A revista Mirror escreveu por sua parte que o novo míssil será capaz de atingir os navios mais recentes da frota britânica com "um só disparo". Os analistas acrescentam que o míssil Tsikron pode eliminar 2 porta-aviões mais recentes da Grã-Bretanha em só um ataque. 
"Este míssil mortífero pode ser lançado da terra, do mar ou de submarinos. Ele supera uma distância de 250 km em dois minutos e meio, sendo mais rápido do que uma bala", indica o artigo. 
Entretanto, o Daily Star News afirma que o míssil russo Tsikron tem capacidade de "alterar o equilíbrio de forças".

2 comentários :

  1. A Rússia estava quietinha no cantinho dela. Foram cutucar o urso no seu quintal, agora aguentem.

    ResponderExcluir
  2. EU ACHO QUE TERIA Q CAREGA CO OGIVA NUCLEAR

    ResponderExcluir