sábado, 18 de março de 2017

Pentágono nega que tenha bombardeado mesquita síria, mas sim um edifício próximo


O Pentágono rejeitou as informações de que atingiu uma mesquita em um ataque aéreo na província de Aleppo, no oeste do país, mas visou um edifício próximo, cheio de militantes da Al-Qaeda.

A maioria dos relatórios sugeriu que 42 civis foram mortos quando os ataques aéreos dos EUA atingiram uma mesquita cheia de adoradores na noite de quinta-feira.


O Pentágono lançou uma imagem que corrobora sua reivindicação (visto acima).

"A mesquita ainda está de pé e relativamente incólume", disse o porta-voz do Pentágono, o capitão da Marinha, Jeff Davis.

"O prédio que alvejamos era adjacente" e a greve "atingiu claramente o alvo pretendido", acrescentou.

No entanto, Abu Muhammed, um residente da aldeia, disse à agência de notícias AFP que ele "ouviu explosões poderosas quando a mesquita foi atingida".

"Foi logo após a oração em um momento em que há geralmente lições religiosas para os homens nele", acrescentou Muhammed.

Enquanto isso, a Turquia disse que os ataques aéreos, sem dúvida, atingiu uma mesquita e constituiu como um crime de guerra .

almasdarnews

Um comentário :