quarta-feira, 22 de março de 2017

Precisão russa: os incomparáveis fuzis de franco-atirador Lobaev (FOTO, VÍDEO)


Podemos adivinhar que na questão de armamentos de qualquer tipo a Rússia tem dignos modelos próprios.Entretanto, não é muito conhecido que os fuzis mais precisos do mundo são criados por uma empresa privada russa localizada numa pequena cidade. A Sputnik apresenta os irmãos Lobaev que são os fundadores dessa empresa.Um fuzil da alta precisão Lobaev com design extraordinário

Enquanto a maior parte das histórias da criação de produtos inovadores começa com alguma "inspiração divina" a história dos irmãos Lobaev – Vladislav e Nikolai, se baseia numa aprendizagem fervorosa, trabalho duro e perfeccionismo reunidos pelo amor incondicional pela sua obra.

Tal mistura de qualidades levou à uma criação da empresa Lobaev Arms, especializada em fuzis de franco-atiradores para distâncias extremas que atualmente batem todos os recordes mundiais em distância de tiro de precisão – 3,4 quilômetros.
Um fuzil da alta precisão Lobaev
Um fuzil da alta precisão Lobaev
Além do mais, os padrões internos de qualidade estabelecidos na Lobaev Arms para os ensaios da cada unidade produzida superam em cinco vezes as normativas vigentes dos análogos mundiais, segundo afirma o site da empresa.

A Sputnik Mundo falou com Vladislav Lobaev para receber mais informações sobre a criação da empresa e sobre sua produção.

A história do "melhor fuzil do mundo"

Lobaev é fã do tiro esportivo desde sua juventude. Com o tempo, ele se especializou em modo de tiro esportivo a largas distâncias "benchrest", que usa fuzis de muito alta pressão a partir de uma posição fixa.
De fato, ele foi o fundador da primeira associação deste esporte na Rússia e participou de competições internacionais com seu grupo de adeptos deste tipo de esporte.
"Enfrentamos uma verdade amarga a nível mundial: nossa equipe não tinha acesso a modelos de fuzis com que fosse possível não só ganhar medalhas, mas mesmo competir como iguais", acrescentou Lobaev.
Então ele decidiu resolver o problema pessoalmente: começou por aprender o processo de criação de armas com os melhores armeiros norte-americanos. Depois de acumular conhecimentos e experimentar com alguns modelos próprios, com um sucesso enorme na aplicação prática no seu esporte, Lobaev começou construindo fuzis de caça, assim como alguns modelos táticos.
Este último desenvolvimento atraiu a atenção dos Emirados Árabes Unidos. Um consórcio local lhe ofereceu um contrato para criação de uma fábrica de fuzis de ciclo completo. Após ter cumprido contrato e obtido experiência, os irmãos Lobaev regressaram para a Rússia para aplicar seus conhecimentos aqui.
Um fuzil da alta precisão Lobaev
Um fuzil da alta precisão Lobaev
As sanções "limparam com sucesso" o mercado russo de fabricantes estrangeiros e a Lobaev Arms aproveitou desta ocasião para se expandir.
"Nos especializamos em armas de alta precisão e de grande distância de tiro. Temos todo o direito de as classificar como ‘as melhores do mundo’: ganhamos medalhas de ouro e de prata nos campeonatos internacionais, batemos recordes mundiais de distância de tiro e dispomos de resultados de comparações oficiais feitas em diferentes Estados", enumera Vladislav Lobaev as evidências da supremacia das suas armas. 
Quem compra os fuzis de alta precisão
Atualmente a maioria das compras é realizada por civis. Os fuzis Lobaev são usados por caçadores e por esportistas, assim como por pessoas aficionadas do tiro em geral.
"Claro que também temos contratos com os serviços de ordem pública que os compram para a polícia e uso militar. Em particular, eles os adquirem para unidades de franco-atiradores", comunicou Lobaev.

Vladislav Lobaev não revelou informação sobre os compradores oficiais, mencionando ainda que uma série de armas foi entregue a uma unidade de guarda-costas do governo russo.
Como o mercado russo para armas civis é bastante pequeno, a maioria dos compradores é do estrangeiro, onde a marca Lobaev Arms desfruta de popularidade, sendo o rival direto das famosas empresas Barett e Cheytac.
"O sistema de controle de vendas de armas é bastante rígido na Rússia. Se aplica também às exportações: se não é desejável que cheguem a certas mãos, não nos autorizam a venda", comenta Vladislav.
A produção local
Os fuzis Lobaev são produzidos na Rússia. Todas as partes para o fuzil moderno são produtos sofisticados com alto nível de transformação que se produzem na cidade de Tarusa (na região de Kaluga) e perto da região de Moscou.
"A localização é muito cômoda. Além disso, um amigo nos vendeu sua fábrica aqui localizada em condições muito favoráveis. Finalmente, aqui também aqui se situa a cidade científica de Protvino, por isso não temos problemas para encontrar empregados de qualificação muito alta", frisou Lobaev.
Os tornos utilizados pela Lobaev Arms são importados, mas os irmãos estão seguindo de perto o equipamento russo produzido em Ufa, que é "uma alternativa boa".
Quanto à maquinaria especializada para a produção de canos, podem produzi-la por eles mesmos.
"Os EUA não vendem tais equipamentos para os Emirados Árabes Unidos. Então temos que construir nossas próprias máquinas. Afirmo que não são em nada piores do que as estadunidenses", assegurou Lobaev.
Os fuzis não são tudo
As armas de fogo não constituem o único negócio dos Lobaev. Lobaev Robotics é uma empresa que desenvolve sistemas robotizados de combate urbano, "miras inteligentes" e componentes eletrônicos fora das armas tradicionais.
Além disso, sua filial Gabinete de Projetos de Sistemas Integrados (KBIS em russo) investiga novos tipos de armas e munições, entre as quais as armas hipersônicas.
Ao realizar as ideias planejadas —"algo que é perfeitamente possível"—, toda a lógica militar mundial mudará drasticamente.

Nenhum comentário :

Postar um comentário