quarta-feira, 22 de março de 2017

VÍDEO: bolivianos marcham em milhares exigindo o retorno ao acesso do mar do Chile


Milhares de bolivianos marcharam na capital do país, La Paz, exigindo acesso ao mar em uma disputa de um século com o Chile.

As ruas de La Paz na terça-feira foram preenchidas de pessoas formando uma maré azul humano como Bolívia apresentou uma resposta formal ao Chile na Corte Internacional de Justiça (CIJ) em Haia.



Há 138 anos, o Chile invadiu o território boliviano, iniciando uma longa batalha que despojou a Bolívia de 400 quilômetros de sua costa, transformando-a em um país sem saída para o mar.


Em 2013, o presidente da Bolívia, Evo Morales, apresentou uma ação judicial junto à ICJ para obrigar o Chile a renegociar sua fronteira com a Bolívia, alegando que o Chile não cumpriu certas "promessas unilaterais", de acordo com um tratado assinado em 1904.

O presidente também chamou a invasão inicial do Chile do território boliviano injusta e disse que o povo da Bolívia tem direito ao acesso soberano ao mar, continuou o relatório.

Devido ao status de sem litoral da Bolívia, tornou-se um dos estados mais pobres da região.

Há dias, o presidente boliviano explicou em seu twitter como o porto de Antofagasta no norte do Chile foi ilegalmente tomado em 1879 e como as repercussões dessa humilhação ainda são sentidas em 2017.

En Antofagasta, Chile, sin respetar tratados internacionales retiran nuestra bandera nacional. De la invasión (1879) a la humillación (2017)

almasdarnews

Nenhum comentário :

Postar um comentário