terça-feira, 11 de abril de 2017

Na criação do sistema de misseis russo S-500 foi dado um 'passo gigantesco'


Força Aeroespacial da Rússia (VKS em russo) vai em breve receber o sistema de mísseis S-500. O especialista militar Viktor Baranets falou sobre as capacidades incomparáveis do sistema de misseis antiaéreos no ar do serviço russo da rádio Sputnik.
Soldado da Força de Defesa Antiaérea russa no painel de controle de tiro na região de Moscou


A Força Aeroespacial da Rússia vai ser equipada com o sistema de mísseis antiaéreos S-500 nos tempos mais próximos. Sobre isso contou há dias aos jornalistas o comandante da VKS coronel-general Viktor Bondarev.
"Nós recebemos por ano cinco conjuntos de sistemas de mísseis antiaéreos S-400 e novos radares. Este ritmo para nós é satisfatório, está decorrendo um desenvolvimento contínuo, a indústria não está parada. O novo sistema S-500 está sendo desenvolvido de forma acelerada. Nos tempos mais próximos, as forças de defesa antiaérea serão equipadas com este sistema”, afirmou o comandante.
Antes, o tenente-general Vladimir Lyaporov, chefe da Academia Militar de Defesa Aeroespacial Zhukov, informou que as forças armadas já começaram preparando os especialistas para operar os S-500.
O S-500 é um sistema de misseis antiaéreos da nova geração da classe "terra-ar". É um sistema universal de longo alcance e interceptação em grande altitude. O raio de ação pode atingir os 600 quilômetros. O sistema pode atingir em simultâneo até 10 mísseis balísticos voando com velocidade de 7 quilômetros por segundo, bem como aviões, helicópteros e mísseis de cruzeiro.
No ar do serviço russo da rádio Sputnik, o especialista militar russo Viktor Baranets destacou as particularidades do futuro sistema antiaéreo S-500.
"Segundo o plano do Estado-Maior General, o sistema S-500 servirá como base da defesa antiaérea e antimíssil unificada. Assim, o sistema S-500 poderá atingir mesmo o espaço orbital próximo e para ele atingir um alvo como um míssil intercontinental não será um problema. O S-500 terá um complexo de ‘separação de tarefas’ mais desenvolvido em comparação com o S-400. Ou seja, o sistema antiaéreo será equipado com mísseis de diversas finalidades. Além disso, o S-500 pode abater satélites em órbitas baixas e destruir com maior eficácia ogivas manobráveis dos mísseis do adversário. Um parâmetro igualmente importante é o alcance de tiro do sistema – são 600 quilômetros! Nenhum sistema do mundo pode competir com o S-500 nesta parte. Com a criação dos mísseis para o complexo S-500 foi dado um passo gigantesco. E agora temos que fazer o máximo de testes possível para que esta arma passe a equipar o Exército Russo", diz Viktor Baranets.

Um comentário :

  1. Russia nitidamente se preparando para a 3º Guerra Mundial isso é fato. Cansaram de tantos ataques do ocidente.

    ResponderExcluir