segunda-feira, 1 de maio de 2017

Dor de cabeça para Força Aérea norte-americana: F-35 exige mais dinheiro


O preço do caça de quinta geração F-35 continua crescendo e as entregas para a Força Aérea dos EUA são adiadas por um prazo indeterminado, escreve o analista da The National Interest.Caça Lockheed Martin F-35 da Força Aérea dos EUA

Em seu artigo, Dan Grazier aponta o último relato do Escritório de Prestação de Contas do Governo (GAO, na sigla em inglês) que revela que os gastos para testes de voos ultrapassarão o orçamento de 1,7 bilhões de dólares. Contudo esta soma não é final.
"A etapa de testes mais difícil está pela frente e muitas falhas serão encontradas no futuro. Por isso, o custo do programa irá certamente crescer", acredita o jornalista.
Ele considera que os contribuintes americanos serão obrigados a "financiar" mais do que uma vez esse projeto ambicioso.

Grazier explicou que hoje em dia os pilotos estão testando o software da versão do avião que foi apresentada apenas em novembro de 2016. Mas o processo está muito atrasado, o que pode levar ao atraso do teste e tudo em conjunto pode prejudicar os testes do F-35 em combate, escreve o analista.
"O relatório do Escritório de Prestação de Contas do Governo comprova mais uma vez que o F-35 é uma máquina muito problemática. O Pentágono deve terminar de desenvolvê-lo e submetê-lo a testes de combate muito severos", concluiu Grazier.

sputniknews

Nenhum comentário :

Postar um comentário