sexta-feira, 12 de maio de 2017

Forças pró-sauditas sofrem grandes baixas em uma emboscada dos Houthis no oeste do Iêmen


Na quinta-feira, um grande contingente de militantes apoiados pela Arábia Saudita foi emboscado depois de entrar em um enorme campo perto do porto de Mocha, na província de Taiz, na costa oeste do Iêmen.



Falando a Al-Masdar News, fontes militares explicaram que um grupo paramilitar liderado por Jouabel Al-Barakany entrou no campo minado sob observação por uma unidade especial do Exército do Iêmen e aliados combatentes Houthis. Uma vez que os militantes estavam suficientemente dentro, os militares iemenitas explodiram as minas.

De acordo com as fontes, toda a facção militante foi neutralizada como resultado, com 50 combatentes mortos e feridos, incluindo Salim Bahaj (tática), Mohammad Al Shallin (responsável pelas operações militares), Abdul Khaleq Jowhar e Mohammad Najib Comandantes).

A operação também resultou na destruição de uma série de veículos militares. Enquanto isso, militantes feridos ficaram presos no meio do campo de minas. De acordo com fontes militares, a evacuação dos sobreviventes exigiu a participação de militares sapadores sauditas.

As facções iemenitas leais à coalizão liderada pela Arábia Saudita já reconheceram que os Houthis utilizam as minas navais, que foram usadas no Mar Vermelho, para construir campos de minas em diferentes áreas da costa ocidental do Iêmen.

almasdarnews

Nenhum comentário :

Postar um comentário