segunda-feira, 29 de maio de 2017

Moon of Alabama: Morreu Zbig, padrinho da Al-Qaeda. Já foi tarde



Traduzido pelo coletivo da vila vudu


Morreu ontem à noite Zbigniew Brzezinski, implacável sanguinário imperialista norte-americano. Já foi tarde.
Brzezinski foi o padrinho da al-Qaeda e de grupos similares.

Como Conselheiro de Segurança Nacional do presidente Jimmy Carter dos EUA, Brzezinski concebeu a estratégia de usar militantes radicais religiosamente motivados contra governos seculares e respectivos povos em todo o mundo. 
Mandou os doidos wahhabistas financiados pelos sauditas para combater contra o governo do Afeganistão, antes de a União Soviética decidir mandar os próprios soldados para apoiar aquele governo.

Brzezinski é filho de família da nobreza polonesa da Galicia, atual oeste da Ucrânia. (Galicia é também, não por acaso, berço dos neonazistas ucranianos ativos hoje). A família fugiu da Polônia depois de o país ser dividido entre alemães e soviéticos e da socialização das vastas propriedades da nobreza durante e depois da 2ª Guerra Mundial. O ódio de Zbigniew Brzezinski por tudo que tivesse a ver com socialismo e russos advém daí.

Os ataques do 11/9, a guerra contra a Síria e o recente massacre em Manchester são consequências diretas da estratégia de Brzezinski de exportar revoluções. O crescimento e a difusão do credo wahhabista saudita fundamentalista –que hoje já ameaça toda a humanidade, foi trabalho dele.


Que arda no inferno.

blogdoalok

2 comentários :

  1. Que alma trevosa, nasceu só pra fazer o mal, vai ser incinerado pelo sol central da galáxia! xôoooooooooo

    ResponderExcluir
  2. Existe mais um lider dos terroristas Sunitas, barak obama.

    ResponderExcluir