quarta-feira, 28 de junho de 2017

Militar faz revelação sensacional sobre próxima modernização da Marinha russa


Nesta quarta-feira (28), o vice-comandante da Marinha russa, almirante Viktor Bursuk, afirmou aos jornalistas que a Marinha russa, apesar de planejar construir um porta-aviões completamente novo, vai também modernizar o poderoso navio russo Admiral Kuznetsov.
Porta-aviões Admiral Kuznetsov no Atlântico


"A Marinha da Rússia vai construir um porta-aviões. O centro Krylov já nos apresentou uma maquete, sendo que também se estão desenvolvendo outros projetos", afirmou Bursuk durante uma coletiva de imprensa em São Petersburgo.

Hoje em dia, a Marinha russa possui apenas um porta-aviões, o Admiral Kuznetsov, construído em 1991, que, por sua vez, também será submetido a uma modernização.

"No próximo ano, em 2018, começaremos a modernização do porta-aviões Admiral Kuznetsov. Ainda não foi escolhida a empresa que a vai efetuar, mas já se pode dizer que será [uma das empresas do estaleiro russo] United Shipbuilding Corporation [Corporação Unida de Construção Naval]", detalhou.

Mais cedo, o vice-presidente da Corporação Unida de Construção Naval, Igor Ponomarev, afirmou à Sputnik que, após a reparação, o Admiral Kuznetsov iria permanecer operacional na Marinha russa por ao menos mais 20 anos.

Desde 8 de novembro de 2016 e até fevereiro de 2017, o grupo aeronaval russo composto pelo Admiral Kuznetsov, pelo cruzador Pyotr Veliky, pelos destróieres antissubmarino Vitse-Admiral Kulakov e Severomorsk, por navios de apoio e mais de 40 aviões e helicópteros, cumpriu missões militares de combate ao terrorismo na Síria.

Durante os dois meses da operação, os pilotos da aviação embarcada efetuaram 420 voos responsáveis pela destruição de 1.200 alvos terroristas.

sputniknews

Nenhum comentário :

Postar um comentário