quarta-feira, 5 de julho de 2017

Armênia retoma ataques e deixa vítimas em Nagorno-Karabakh


As Forças Armadas da Armênia abriram fogo nesta terça-feira contra áreas localizadas na linha de contato da disputada região de Nagorno-Karabakh, segundo afirmou o Ministério da Defesa do Azerbaijão.
Militares na povoação de Madagis, na zona de conflito em torno de Nagorno-Karabakh; abril de 2016


"Desta vez, os bombardeios estão sendo realizados em assentamentos perto da vila de Alkhanly, no distrito de Fizulinsky. O bombardeio é realizado pela artilharia. Há mortos e feridos entre os aldeões", diz a nota das autoridades azeris, acrescentando que o país está tomando medidas retaliatórias. 
Até o momento, o governo armênio e da autodeclarada República de Nagorno-Karabakh não responderam à acusação. 
Reconhecida internacionalmente como parte do Azerbaijão, Nagorno-Karabakh, habitada majoritariamente por armênios, declarou sua independência no final de 1991, início de 1992, em meio a um conflito militar que durou até 1994. No entanto, nenhum Estado ou órgão internacional, nem mesmo a Armênia, que fornece apoio à região, reconhece oficialmente sua independência. No início do ano passado, a república, sob controle conjunto de tropas armênias e locais, voltou a entrar em confronto com as forças de Baku, levando a uma nova fase de violência, que se manteve mesmo após a assinatura de um cessar-fogo, em 5 de abril.

Nenhum comentário :

Postar um comentário