domingo, 6 de agosto de 2017

'Hoje tivemos que vencer o terrorismo com balas', diz Maduro sobre levante


O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, qualificou como "terrorismo" o ataque a uma base militar neste domingo (6). Fontes oficiais afirmam que o grupo que atacou a base de Paramacay é formado por "paramilitares".
Nicolás Maduro, presidente da Venezuela


"Hoje tivemos que vencer o terrorismo com balas", disse Maduro em seu programa dominical na TV estatal. O presidente também felicitou as forças armadas por sua "reação imediata".
O presidente também falou que duas pessoas foram mortas durante o levante.

O levante foi repelido e o comandante geral do Exército da Venezuela, Jesús Suárez, afirmou que um rebelde morreu em combate e outro está gravemente ferido, mas não forneceu mais detalhes. Outras dez pessoas foram presas. 

Em um vídeo publicano nas redes sociais, um grupo de homens usando uniformes militares posa enquanto um porta-voz que se identifica como "capitão Juan Caguaripano" conclama a população e afirma que trata-se de uma ação para "restabelecer a ordem constitucional". Ainda não está claro se há uma ligação entre o vídeo e o ataque na base de Paramacay, mas o ministro da Defesa, Vladimir Padrino, classificou a publicação como um "show de propaganda" de "extremistas de extrema-direita".

sputniknews

Um comentário :

  1. Dois terroristas da cia mandados pra alimentarem as caldeiras do inferno. Deveriam ter mandado todos aqueles direitistas safados que ousaram atacar as FFAA da Venezuela, seu governo legítimo e seu valoroso povo. Parabéns PRESIDENTE NICOLÁS .... Assim devem ser tratados esses malditos vermes a soldo da cia. Chumbo neles.

    ResponderExcluir