terça-feira, 6 de março de 2018

Avião de transporte russo sofre acidente na Síria


O avião de transporte militar russo An-26, sofreu o acidente no momento em que efetuava a aterrissagem no aeródromo sírio de Hmeymim.
Avião de transporte militar russo An-26, foto de arquivo
Segundo dados preliminares, a abordo estavam 26 passageiros e 6 tripulantes e todos morreram, de acordo com Ministério da Defesa da Rússia.


"Em 6 de março, aproximadamente às 15h (9h, no horário de Brasília), um avião de transporte russo sofreu acidente no momento em que efetuava a aterrissagem no aeródromo sírio de Hmeymim. Segundo dados preliminares, a bordo estavam 26 passageiros e 6 tripulantes. Todos morreram", diz a nota do Ministério da Defesa russo.

O avião colidiu com a terra a uma distância de 500 metros da pista de aterrissagem.
Conforme o Ministério da Defesa russo, o acidente poderia ser provocado por uma falha técnica. De acordo com relatos locais, o avião não foi atingido por fogo. O Ministério da Defesa considerará todas as versões do acidente aéreo possíveis.

O avião de transporte militar russo An-26 é capaz de transportar até 38 pessoas e cerca de 500 kg de carga, e é usado para o transporte de cargas de curtas e médias distâncias.

sputniknews



2 comentários :

  1. De acordo com as primeiras informações, a aeronave pode ter sofrido "falha técnica". Pode ser que seja isso mesmo mas pessoalmente acho que ela pode ter sido atingida por um míssil.Terroristas patrocinados, armados e com informações seguras (e todo mundo sabe quem são os financiadores do terrorismo e desestabilizadores da paz pelo mundo todo), escondidos e na tocaia, nas proximidades da base, sem terem sidos detectados, podem ter sim atingido a aeronave.É óbvio que os russos não fornecerão essa informação. Aguardemos os próximos dias.

    ResponderExcluir
  2. acho difícil,a base de Hmeymim é protegida por camadas,acho que os terroristas não conseguem nem passar pela primeira camada que é a da SAA;assim os MANPDS não conseguem atingir os aviões pois estão fora do seu alcance.O máximo que os terroristas podem fazer é atacar a base com lançadores de misseis ou drones,mas difilmente eles tem exito devido as defesas russas(pantsir S1).

    ResponderExcluir