domingo, 15 de abril de 2018

Mídia Israelense Está Alarmada Com o possível Fornecimento Do S-300 Para A Síria


A declaração, feita pelo Ministério da Defesa da Rússia, de que Moscou poderia reconsiderar a venda dos sistemas S-300 para Damasco depois dos ataques aéreos dos EUA, despertou preocupação entre analistas e jornalistas israelenses, que estão preocupados com possíveis ameaças para o estado judeu.



O Jerusalem Post alertou que “a superioridade aérea de Israel corre o risco de ser desafiada em uma das áreas mais difíceis” se a Rússia decidir vender sistemas de defesa aérea mais avançados a Síria. O jornal expressou temores de que os pilotos israelenses possam ser mortos se Damasco tivesse em mãos mísseis mais eficazes. A unidade em questão é o S-300, um sistema russo de mísseis terra-ar de longo alcance, desenvolvido para defender-se contra aeronaves e mísseis de cruzeiro. O sistema é uma das armas mais avançadas da sua classe.

O analista do canal de notícias I24 Ron Ben-Yishai apóia essas preocupações, dizendo que o Estado judeu teria que tomar “medidas preventivas ainda não tomadas até agora”.

O Chefe da Diretoria Operacional Principal do Estado Maior General Russo coronel Sergey Rudskoy disse que a Rússia poderia considerar a venda dos sistemas S-300 para Damasco logo após os ataques liderados pelos EUA em 14 de abril.

muraselon



Um comentário :

  1. Esses sistemas são para defesa e não ataque. Se não atacarem a Síria, nada irá acontecer aos seus pilotos. Simples assim.

    ResponderExcluir