sexta-feira, 20 de abril de 2018

Turquia deixa bancos norte-americanos sem seu ouro


O Banco Central da Turquia retirou do Sistema de Reserva Federal dos EUA suas reservas de ouro, segundo o relatório anual publicado no site oficial do banco.
Capital da Turquia, Ancara
Com base no documento, as reservas de ouro do Banco Central da Turquia armazenadas nos EUA eram de 28.689 toneladas no final de 2016, mas já não constava nada no final de 2017.


Segundo o jornal Milliyet, também os maiores bancos privados turcos retiraram suas reservas de ouro do exterior, respondendo ao apelo do presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, para "se livrarem da pressão da taxa de câmbio e usarem o ouro contra o dólar". Assim, o banco Halk Bankasi transferiu para a Turquia o ouro armazenado no exterior no volume de 29 toneladas. Conforme os dados da publicação, foram devolvidas à Turquia 220 toneladas de ouro no total.

As relações entre a Turquia e os EUA pioraram devido ao suporte dado pelos Estados Unidos às Unidades de Proteção Popular (YPG) dos curdos sírios, que Ancara considera um grupo terrorista. Por sua vez, Washington explica suas ações com o combate contra o Daesh (grupo terrorista proibido na Rússia e em outros países).

Além disso, as relações entre os dois países foram afetadas pela detenção nos Estados Unidos de Mehmet Hakan Atilla, vice-diretor-geral do banco Halkbank, e do empresário turco-iraniano Reza Zarrab. Eles são acusados de conspiração para realizarem transações multimilionárias a favor do Irã contornando as sanções.

Mevlut Cavusoglu, ministro das Relações Exteriores da Turquia, afirma que Atilla foi preso por iniciativa dos partidários da organização de oposição do pregador islâmico Fethullah Gulen. O vice-primeiro-ministro da Turquia, Bekir Bozdag, considerou o processo criminal contra Atilla e Zarrab como uma conspiração contra Ancara.

sputniknews



Nenhum comentário :

Postar um comentário