quinta-feira, 28 de junho de 2018

EUA propõem à Turquia compromisso estranho quanto aos S-400, indica mídia


Os EUA continuam pressionando a Turquia para que esta não compre os sistemas russos de defesa antiaérea S-400 e opte por uma alternativa ocidental.
Sistema de mísseis S-400
Durante seu pronunciamento no Congresso norte-americano, o representante do Departamento do Estado, Wess Mitchel, afirmou que as relações entre os dois países podem vir a piorar de uma forma que seja impossível recuperá-las.


De acordo com a edição Military Watch, os EUA ameaçam a Turquia com sanções econômicas, bem como com o cancelamento dos fornecimentos dos caças F-35. Entretanto, o governo turco mantém firmemente a sua postura. A Turquia necessita de um sistema avançado e seguro para proteger o seu espaço aéreo. Entretanto, os custos das alternativas ocidentais superam os do S-400, possuindo ao mesmo tempo uma eficácia questionável.
Contudo, os EUA não abandonam as tentativas de fazer a Turquia mudar de ideias, propondo um compromisso: Washington não iria introduzir sanções caso o país se obrigue a não utilizar seus novos sistemas de defesa antiaérea, assinalou a mídia. "A Turquia não deve utilizar os S-400 mesmo que os compre à Rússia", teria afirmado um representante dos EUA, citado pela edição. 
Dessa maneira, segundo a matéria, os EUA ofereceram à Turquia fingir que não cedeu à pressão do exterior, propondo que o país use os S-400 na qualidade de símbolo de sua soberania, mas não como uma arma real.
No fim das contas, as compras dos mísseis S-400, segundo o Military Watch, permanecerão o principal motivo de tensões nas relações entre Washington e Ancara, já que os interesses da Turquia nesta questão contradizem a política do Ocidente. Para suavizar a situação, a Turquia poderia adquirir sistemas norte-americanos Patriot junto com os S-400. Embora os sistemas dos EUA não superem os da Rússia, a compra ajudaria Washington a não "perder a face", concluiu a edição.
Enquanto isso, Ancara já respondeu à oferta dos EUA. "Nós não compramos estes sistemas para mantê-los nos armazéns", afirmou o presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan. 
Em dezembro de 2017, a Rússia e a Turquia assinaram um contrato de crédito para o fornecimento de sistemas de defesa aérea S-400 a Ancara.
O S-400 Triumph é o sistema antiaéreo russo mais avançado, capaz de atingir alvos aéreos em distâncias de até 400 quilômetros e mísseis balísticos a até 60 quilômetros de distância. Um lançador S-400 pode disparar pelo menos quatro tipos de mísseis interceptadores, e um esquadrão pode atingir até 36 alvos ao mesmo tempo.



Nenhum comentário :

Postar um comentário