segunda-feira, 11 de junho de 2018

'Primeiro no mundo': edição americana elogia sistema S-500 russo como 'único'


O novo sistema de mísseis russo S-500 não tem análogos no mundo, escreve a mídia estadunidense.
Complexo antiaéreo S-500
A edição The National Interest frisa que o S-500 é um dos armamentos russos de maior prioridade. Os especialistas frisam que as caraterísticas técnicas do sistema não proporcionam nenhum motivo para duvidar de suas capacidades. De acordo com várias fontes da Defesa norte-americana, recentemente Moscou realizou testes desta arma a distâncias que anteriormente se considerava inéditas.


Assim, as mídias estadunidenses comunicaram que o S-500 atingiu com sucesso um alvo à distância de 299 milhas (cerca de 481 quilômetros). Segundo os cálculos de especialistas, isto é mais 50 milhas (80,4 km) que o alcance de qualquer outro sistema semelhante.
De acordo com a edição, o sistema utiliza vários tipos de mísseis conforme a distância e o nível de ameaça potencial. Deste modo, para repelir um ataque de mísseis balísticos, por exemplo, o S-500 usa os mísseis capazes de eliminar alvos que se deslocam à velocidade de até 7 quilômetros por segundo. A edição pressupõe que o sistema russo é capaz de derrubar os objetivos à altura de até 200 quilômetros, bem como apontar contra aviões furtivos.
O S-500 é um sistema universal de longo alcance e intercepção de grande altitude com potencial de defesa antimíssil aumentado. Ademais, este armamento pode interceptar objetivos no espaço orbital próximo.
Julgando pelas informações das fontes abertas, o S-500 tem um raio de alcance de 600 quilômetros. Este sistema pode detectar e eliminar simultaneamente até 10 alvos balísticos supersônicos.
Em maio do ano corrente, o presidente da Rússia, Vladimir Putin, mandou preparar o sistema para sua produção em série.

Um comentário :