terça-feira, 13 de fevereiro de 2018

Ex-presidente da Geórgia e opositor de Poroshenko é deportado da Ucrânia


O ex-presidente georgiano, ex-governador da região ucraniana de Odessa e o atual líder da oposição, Mikhail Saakashvili, deixou a Ucrânia nesta segunda-feira a bordo de um voo fretado para Varsóvia, afirmou um porta-voz do serviço de fronteiras da Ucrânia.
Ex-presidente da Geórgia Mikheil Saakashvili


"Esta pessoa estava ilegalmente em território ucraniano e, em conformidade com todos os procedimentos legais, foi devolvida ao país de origem", disse o porta-voz do governo, Oleg Slobodyan, em um post no Facebook.

O advogado de Saakashvili, Pavel Bogomazov, disse anteriormente que seu cliente foi detido em Kiev pelo Serviço de Fronteiras do Estado da Ucrânia na segunda-feira.

A detenção e a deportação da Ucrânia chamaram a atenção da imprensa, ainda mais depois de uma série de extravagâncias do ex-presidente, que em dezembro de 2017 apareceu no telhado de um prédio de Kiev e ameaçou saltar da altura de oito andares. Ele alegou estar sendo perseguido pelo presidente ucraniano Pyotr Poroshenko.

Em 27 de janeiro, um tribunal de apelação de Kiev condenou Saakashvili a prisão domiciliar, sob acusação de vínculos com grupos criminosos, de organizar comícios anti-governo e de receber US$ 500 mil da Rússia para financiar ações de protesto com ojetivo de alterar o regime político no país.

Saakashvili nega todas as acusações.

sputniknews



Nenhum comentário :

Postar um comentário