quinta-feira, 13 de julho de 2017

“VOCÊ NÃO TEM O DIREITO DE FALAR SOBRE O FUTURO DA SÍRIA!”: PUTIN AO SECRETÁRIO DE ESTADO DOS EUA.


O presidente russo, Vladimir Putin, enfatizou que o futuro da Síria e seu presidente está nas mãos do povo sírio, e não do secretário de Estado dos EUA, Rex Tillerson.

“O Secretário de Estado dos EUA não é um cidadão da Síria e não tem o direito de falar sobre o futuro e o destino do seu presidente. Isso só será decidido pelo povo sírio”, disse Putin durante uma conferência de imprensa da cúpula do G20 em Hamburgo.

Ele enfatizou que a posição dos EUA em relação à Síria não mudou drasticamente, embora tenha se tornado mais pragmática, acrescentando que os Estados Unidos também desempenharam um certo papel no declínio da violência no país.

Ele então falou sobre um entendimento positivo sobre a questão de chegar a um acordo de cessar-fogo no sudoeste da Síria e convidou seus parceiros jordanianos e israelenses a cooperar, ressaltando que a integridade territorial síria deve ser preservada a todo custo.

Ele também revelou que a Rússia mantém contatos com várias facções curdas na Síria, apesar de não ter relações tão estreitas com essas facções como os EUA, observando que a Rússia está em preservar a unidade e a integridade territorial da Síria, o que torna sua posição sobre os curdos um pouco diferente do que a dos EUA.

Sobre a questão da solução da crise síria, Putin disse que a Rússia continuará com a sua política de restabelecer a paz e a estabilidade no país e continuará a cooperar com os seus parceiros sírios, iranianos e turcos, observando que a questão síria foi completamente discutida com o presidente turco Recep Tayyip Erdogan na cúpula.

Em relação à crise do Conselho de Cooperação do Golfo em curso entre o Qatar e alguns dos restantes estados do CCG, nomeadamente a Arábia Saudita, Putin enfatizou que ele falou com a liderança Qatari sobre o assunto antes, ressaltando que a questão deve ser resolvida rapidamente, pois isso pode afetar negativamente a estabilidade e a situação econômica na região.

Falando sobre o encontro com o homólogo norte-americano Donald Trump, Putin disse que na vida real Trump é uma pessoa bastante diferente daquela que conhecemos da TV, pois é muito mais racional, acrescentando que o resultado das negociações foi muito positivo e provavelmente fornecerá o terreno para a normalização das relações entre os países.

No que diz respeito à questão da suposta interferência russa nas últimas eleições presidenciais dos EUA e na segurança cibernética em geral, Putin disse que não há necessidade de suspeitar que a Rússia jamais se atreveria a interferir nas eleições presidenciais dos EUA, acrescentando que os dois países estão planejando criar um novo grupo de trabalho que monitora cuidadosamente todas as questões sensíveis, relacionadas à segurança cibernética.

Antes de terminar seu discurso, Putin enfatizou que a mídia ocidental está tentando interferir nos assuntos internos da Rússia, acrescentando que Moscow sabe disso, mas está observando tudo em silêncio.

Traduzido para publicação em dinamicaglobal.wordpress.com
Fonte: Fort-Russ.com

Nenhum comentário :

Postar um comentário